Abricó – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

De nome científico Mammea americana, o Abricó é uma fruta comum na região Norte do Brasil que geralmente é utilizada para ser consumida in natura, em sucos e outras receitas como mousses, sorvete, geleia, salada ou compota, por exemplo. Existem 4 tipos diferentes dessa fruta, mas os benefícios são muito semelhantes. Essa fruta é rica em fibras e em betacaroteno que tem ação antioxidante que combate o envelhecimento precoce, previne o câncer, a aterosclerose, doenças cardiovasculares e doenças inflamatórias.

O betacaroteno é um precursor da vitamina A, que é essencial na manutenção da saúde ocular e integridade das mucosas, sendo também útil para fortalecer o sistema imune e favorecer o crescimento dos ossos. Este artigo examina detalhadamente se ele é bom ou ruim para sua saúde:

Origem do Abricó:

O Abricó, de nome científico Mammea americana L., é um fruto grande e duro, de cor amarelo alaranjado que tem muita polpa e apenas um caroço grande no meio, assim como a manga e o abacate, por exemplo. Ela pode pesar de 500 g até mais de 4 kg.

A árvore que produz o Abricó, chamada de abricoteiro, é grande e pode chegar a 15 metros de altura com flores brancas, e com os seus brotos pode ser preparado um licor muito apreciado na região Norte, Nordeste e nos Estados Unidos. As folhas da árvore são grandes com cerca de 10 cm ou mais e as flores brancas surgem únicas ou aos pares, em direções opostas.

Valor Nutricional do Abricó:

Abricó

A tabela a seguir traz a composição nutricional em 100 g do Abricó:

Agora que já conhecemos as principais fontes desta fruta, conheça também os benefícios para o corpo:

Benefícios do Abricó:

O consumo regular do Abricó traz os seguintes benefícios para a saúde:

  • Ajuda a repor energia de atletas profissionais e amadores rapidamente;
  • Ajuda a prevenir a formação da catarata;
  • Ajuda nos problemas relacionados à infertilidade;
  • Ajuda a reduzir as dores da enxaqueca;
  • Ajuda a melhorar o aspecto das unhas, pele e cabelo;
  • Ajuda a auxiliar na liberação de hormônios como a adrenalina durante o exercício físico;
  • Ajuda a reduzir as chances de problemas no sistema nervoso.

Como Utilizar o Abricó:

A fruta Abricó pode ser consumida quando madura, geralmente na época do outono, e pode ser usada para preparar sucos ou compotas, por exemplo.

  • Receita do suco de abricó: Para preparar o suco deve-se bater no liquidificador a polpa de Abricó com 500 ml de água e depois adoçar com açúcar ou mel, caso seja necessário.
  • Receita de geleia de abricó: Cortar a polpa em pequenos pedaços e adicionar 1 copo de açúcar e levar ao fogo baixo, mexendo sempre. Geralmente não é preciso adicionar água, mas se achar que fica grudando na panela, coloque pequenas quantidades. Aos poucos a textura da compota vai se formando e o doce fica pronto em cerca de 20 minutos. Depois deve colocar num recipiente de vidro bem lavado e manter guardado na geladeira.

Além disso, também é possível preparar outras receitas doces com esta fruta e vitamina de frutas, por exemplo.

Contraindicações do Abricó:

Apesar de o fruto poder ser consumido de forma natural, é preciso tomar cuidado com sua casca e a polpa, pois estas contêm substâncias fortes, amargas e acres que podem, em contato com os lábios ou a língua, causar mal-estar que permanece por algumas horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abiu – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

Acerola – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais