Acerola – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

De nome cientifico é Malpighia Glabra Linné, a Acerola é uma fruta que pode ser usada como planta medicinal devido à alta concentração de vitamina C. Os frutos da Acerola, além de saborosos, são muito nutritivos, porque são muito ricos também em vitamina A, vitaminas do Complexo B, ferro e cálcio. A Acerola pode ser comprada em mercados e lojas de produtos naturais. A Acerola é uma fruta com poucas calorias e por isso pode ser incluída em uma dieta para emagrecer. Além disso, é rica em vitamina C o que ajuda a fortalecer o sistema imune. Este artigo examina detalhadamente se ele é bom ou ruim para sua saúde:

Origem da Acerola:

A Acerola (Malpighia emarginata ou Malpighia glabra), em alguns locais popularmente conhecida como cereja-das-Antilhas ou cereja-de-Barbados, é uma fruta que nasce da árvore denominada aceroleira, que originou-se nas Antilhas e difundiu-se nas Américas Central e do Sul. Com relação ao tamanho, assemelha-se à cereja, podendo ser encontrada nas cores vermelha ou amarela, com interior amarelado. A aceroleira floresce e frutifica principalmente nos períodos da primavera e do verão. Existem várias espécies de Acerolas e as caboclas, cerejas, apodi, frutacor, olivier e rubra são as mais cultivadas no Brasil. A fruta pode ser plantada em vasos. A Acerola é mais comumente utilizada na produção de sucos, mas também podemos encontrá-la em sorvetes, geleias, xaropes, licores e doces em calda.

Valor Nutricional da Acerola:

Acerola fruta

A tabela a seguir traz a composição nutricional em 100 g da Acerola:

Agora que já conhecemos as principais nutrientes desta fruta, conheça também os benefícios para o corpo:

Benefícios do Acerola:

O consumo regular desta fruta traz os seguintes benefícios para a saúde:

  • Ajuda a fornecer quantidades incríveis de vitamina A que é tão essencial para a visão;
  • Ajuda a combater os radicais livres com facilidade;
  • Ajuda a emagrecer rapidamente;
  • Ajuda a impedir o crescimento e desenvolvimento anormal de células cancerígenas dos pulmões;
  • Ajuda a aumentar a imunidade, prevenindo gripes e resfriados;.
  • Ajuda a prevenir o estresse oxidativo de forma rápida e eficaz;
  • Ajuda no controle de níveis de açúcar no sangue. Portanto reduz riscos de diabetes;
  • Ajuda a prevenir problemas gastrointestinais;
  • Ajuda a aumentar produção de colágeno.

Como usar a Acerola:

A parte utilizada desta fruta é principalmente o seu fruto para fazer suco.

Suco de acerola: Juntar 2 copos de Acerolas com 1 litro de água no liquidificador e bater. Beber após seu preparo para que a vitamina C não se perca. Também pode-se bater 2 copos de Acerolas com 2 copos de suco de laranja, tangerina ou abacaxi.

Além de fazer suco também se pode fazer chá de Acerola ou consumir a fruta ao natural.

Acerola Engorda ou Emagrece?

Acerola

A Acerola pode ser uma ótima aliada durante a dietas de emagrecimento, isso porque a cada 100g da fruta somente 30 calorias são enviadas ao corpo, quantidade extremamente baixa e incapaz de provocar o aumento do peso. A fruta é uma ótima opção de café da manhã ou da tarde durante a reeducação alimentar e pode ser consumida todos os dias em quantidade moderada.

Contraindicações da Acerola:

O consumo desta fruta geralmente não aparece associado a grandes problemas, mesmo que por vezes possa apresentar efeitos secundários leves, como náuseas, cólicas estomacais, diarreia, sonolência ou insônia.

Mas vale ressaltar que esta fruta pode causar problemas se consumida por pessoas que fazem uso de medicamentos anticoagulantes.

O melhor é diminuir ou evitar seu consumo em períodos de gravidez ou lactação, pois seus efeitos sobre o desenvolvimento do feto são desconhecidos.

O mesmo cuidado é válido em casos de cálculos renais, doença renal ou gota.

Efeitos Colaterais da Acerola:

Não estão descritos efeitos colaterais para esta fruta.

2 Pings & Trackbacks

  1. Pingback:

  2. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abricó – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

Akee – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais