Baru – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

De nome cientifico: Dipteryx alata, o Baru ou cumbaru é o fruto do baruzeiro, imperiosa árvore nativa do Cerrado brasileiro. Infelizmente, esta espécie está ameaçada devido à extração predatória de madeira, que possui reconhecida resistência e qualidade, com propriedades fungicidas. Esta planta imponente, com copa densa, pode alcançar mais de 20 metros de altura e seu tronco chega até 70 cm de diâmetro. O seu fruto é protegido por uma dura casca e, no interior, encontra-se uma amêndoa de sabor parecido com o do amendoim, de alto valor nutricional e muito apreciada.

A espécie é encontrada nas matas, cerrados e cerradões do Brasil Central, nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais e Distrito Federal. Pode também ser encontrada em menor frequência no Maranhão, Tocantins, Pará, Rondônia, Bahia, Piauí e norte de São Paulo.

O Baru possui cerca de 26% de teor de proteínas, mais do que o coco-da-bahia, castanha do pará e castanha de caju. O fruto pode ser utilizado integralmente, resultando em polpas de fruta, óleos, farinha, manteiga e tortas.

A ele são associadas propriedades afrodisíacas. Também são conferidas ao óleo de Baru propriedades medicinais anti-reumáticas. A polpa dos frutos, quando maduros e em períodos de seca, complementa a dieta dos animais devido às suas propriedades nutricionais.

A amêndoa presente no interior do Baru pode ser consumida in natura, mas também pode ser torrada para a produção de paçoca, pé-de-moleque e rapadura e utilizada em uma infinidade de receitas.

A extração da amêndoa do Baru requer cuidado especial, que se inicia com a seleção dos frutos. Como a casca é muito dura, sua quebra para obtenção da amêndoa inteira requer técnicas de corte transversal ou por pressão mecânica.

Depois, realiza-se a seleção das amêndoas – as podres são utilizadas como adubo, as machucadas servem para a produção da farinha, etc. As amêndoas inteiras são, então, separadas por tamanho e armazenadas por até 30 dias para serem consumidas in natura ou torradas.

A casca da amêndoa também pode ser usada para a produção de carvão ou mesmo utilizada em substituição à brita em calçamento, devido à sua resistência. Então, para saber um pouco mais sobre o Baru continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre esse incrível fruto. Vamos lá?!

Baru

Origem do Baru:

Nativo do cerrado brasileiro, o Baru, Dipteryx alata, da família Fabaceae, é conhecido em alguns locais como cumaru, cumari, feijão-Baru, cumbaru, imburana-brava, barujo, bugueiro, cambaru, castanha-de-bugre, coco-feijão, cumarurana, feijão-coco, e pau-cumaru.

Sua árvore pode atingir até 25m de altura e, por sua madeira ser muito resistente, é bastante empregada na indústria moveleira e na construção civil. Sua floração geralmente ocorre entre os meses de outubro e janeiro, mas, assim como a frutificação, ela dependerá das condições de água e solo do ambiente.

Valor Nutricional do Baru:

A tabela a seguir traz a informação nutricional para 100 g de Baru:

Agora que já conhecemos os nutrientes do Baru, conheça também os benefícios para a saúde:

Benefícios dBaru:

o Baru pode trazer benefícios para a sua saúde e bem-estar devido à sua grande variedade de nutrientes, que incluem:

  • Ajudar a controlar o peso, pois diminui o acúmulo de gordura na região abdominal do corpo e favorece a queima de gordura;
  • Ajudar a revitalizar e hidratar a pele, pois estimula a renovação celular e contém vitamina E;
  • Melhorar a disposição, renova as energias, combate o esgotamento e a anemia.
  • Evitar a formação de radicais livres, evitando o envelhecimento precoce das células.
  • Diminuir a inflamação no organismo, pode ser rico em ômega-3;
  • Diminuir o colesterol ruim e aumentar o colesterol bom, por conter antioxidantes;
  • Melhorar a fertilidade, por conter o mineral zinco;
  • Ajudar a prevenir anemia, por conter ferro;
  • Diminuir os sintomas de artrite, por reduzir a inflamação no corpo.

De acordo com especialistas é recomentado o consumo diário de 30 gramas de castanha do Baru, o equivalente a meia xícara (chá).

Baru Fruta

Como Consumir Baru:

O ideal é comer o Baru torrado, já que, assim, é possível inativar os chamados fatores nutricionais, que podem interferir na absorção de minerais como cálcio e zinco. Mas lembre-se: os benefícios apenas serão obtidos se a amêndoa fizer parte de uma alimentação equilibrada, rica em frutas, verduras e legumes e com baixo consumo de itens cheios de açúcar, gorduras saturadas e sódio, por exemplo.

Pão Caseiro com Castanha de Baru:

Ingredientes:

  • 200g de castanha de Baru tostada e moída sem pele;
  • 1 kg de farinha de trigo;
  • 1 ½ copos tipo americano de leite;
  • 1 copo tipo americano de açúcar;
  • 1 colher de sopa de sal de cozinha;
  • 3 colheres de sopa de manteiga de leite;
  • ½ copo tipo americano de óleo vegetal;
  • 2 colheres de fermento;
  • 4 ovos.

Modo de Preparo:

  • Coloque a farinha de trigo e a castanha do Baru moída numa vasilha e misture.
  • No liquidificador, coloque um por um todos os outros ingredientes e bata bem.
  • Junte a mistura do liquidificador à vasilha onde está a farinha e o Baru.
  • Amasse bem.
  • Deixe a massa descansar por 30 minutos.
  • Em seguida, enrole as partes no tamanho desejado e coloque numa forma com o fundo polvilhado com farinha de trigo.
  • Deixe crescer novamente por 60 minutos.
  • Depois, leve ao forno pré-aquecido para assar.

Torta de Banana Prata com Baru:

Ingredientes:

  • 4 banana-prata bem maduras, cortadas em rodelas de 0,5 cm;
  • 1/2 xícara (chá) de castanha de Baru picadas grosseiramente;
  • 3 ovos;
  • 1/2 xícara (chá) de leite;
  • 2 colheres (sopa) de manteiga sem sal;
  • 1 colher (chá) de essência de baunilha;
  • 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo;
  • 1 colher (sopa) de fermento químico.

Modo de Preparo:

  • Aqueça o forno em temperatura alta (200 ºC a 220 ºC).
  • Em uma panela, coloque metade do açúcar e leve ao fogo para caramelizar.
  • Despeje a calda em uma forma para bolo com cerca de 24 cm de diâmetro, espalhando no fundo e nas laterais.
  • Distribua as rodelas de banana e a castanha de Baru nas áreas caramelizadas da forma e reserve.
  • Bata o restante dos ingredientes no liquidificador até obter uma massa homogênea.
  • Despeje-a sobre a banana e as castanhas e leve ao forno quente por 40 minutos.
  • Desenforme ainda quente.

Contraindicações do Baru:

Não foram encontradas referências de contraindicações a respeito do consumo do Baru. No entanto, o segredo de uma alimentação balanceada é o equilíbrio, por isso, evite o excesso.

Efeitos colaterais do Baru:

Não foram relatados efeitos colaterais decorrentes do uso nas bibliografias consultadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Spirulina – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

Bergamota – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais