Butiá – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

De nome científico: Butia eriospatha (Mart. Ex Drude) Becc., o Butiá também como, coquinho azedo, é uma fruta nativa do cerrado, e seu nome científico é Butiá capitata. O fruto pequeno, globosos e amarelos, amadurece no verão e são consumidos ao natural ou sua polpa, fortemente aromática, é usada na produção de licor e vinho. É considerada uma fruta com teor de lipídico elevado, se comparado com frutas normalmente consumidas; Da semente, pode ser extraído um tipo de azeite comestível. Assim como a maioria das frutas normalmente consumidas, a polpa do coquinho-azedo (Butiá) apresenta baixo teor protéico, porém seu teor de fibra detergente neutro, que determina celulose, hemicelulose e lignina, é elevado, e também pode ser considerada rica em vitaminas e alguns minerais, como o potássio. Então, para saber um pouco mais sobre esta fruta continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre esse incrível fruto. Vamos lá?!

Origem do Butiá:

O Butiá ocorre, principalmente, no ambiente de cerrado, com ampla distribuição no Sudoeste de Goiás, mais especificamente no município de Jataí, que, pela abundância da área, recebeu a denominação popular de “palmeira-jataí”.

Esses dados constam de pesquisa desenvolvida no Instituto do Trópico Subúmido (ITS) da Universidade Católica de Goiás e faz parte de um projeto maior, denominado “Estudo da germinação e desenvolvimento da família palmae nativas do Cerrado”, coordenado pelo professor mestre Roberto Malheiros, que tem na sua equipe os pesquisadores geógrafos especialistas Teodorico de Lima Brito e Dircilene Rosa de Oliveira Gontijo.

Os resultados obtidos sobre a germinação de Butiá purpurancens foram alcançados após diversos experimentos desenvolvidos pelo pesquisador Teodorico de Lima Brito, que conseguiu um percentual de 25% após seis meses do plantio.

Apesar do baixo percentual e do tempo gasto para germinação, o resultado foi festejado pelos pesquisadores, pois, até o momento, não se conhece nenhum trabalho sistematizado sobre a germinação dessa espécie.

O gênero Butiá abrange uma grande quantidade de espécies que compartilham certas características: caule simples, ereto e espesso, com cicatrizes dos restos dos pecíolos, resistente a geadas e fogo, folhas fortemente arqueadas e frutos comestíveis, com a polpa suculenta, aromática e adocicada, muito apreciado pela fauna do cerrado e pelo homem.

Butiá 

Valor Nutricional do Butiá:

Segundo uma tabela nutricional do IBGE, para cada 100 gramas de Butiá comestível existem:

Mas, existem diferenças significativas nas propriedades nutritivas dos coquinhos, em função das espécies.

Benefícios do Butiá:

O Butiá pode trazer benefícios para a sua saúde e bem-estar devido à sua grande variedade de nutrientes, que incluem:

  • Aumentar a quantidade de substâncias benéficas diversas no organismo, fazendo com que ajude na proteção de doenças vasculares.
  • Favorecer uma pele mais bonita e viçosa, pois os líquidos ajudam a varrer as toxinas que se acumulam no organismo.
  • Melhorar o desempenho físico e cardiovascular.
  • Diminuir a pressão arterial.
  • Proporcionar um sono com mais qualidade, mais energia e menos estresse.
  • Controlar a temperatura corporal.
  • Auxiliar no funcionamento dos rins e favorece a digestão.
  • Ajudar a emagrecer, porque tem o baixo teor calórico;
  • Melhorar a hidratação do organismo, por ser rico em água;
  • Proporcionar um sono com mais qualidade, mais energia e menos estresse.

Butiá Suco

Como Consumir o Butiá:

Do coquinho do Butiá se faz geleia, licor, cachaça, vinagre e doces diversos. Das sementes, que podem ser comidas in natura ou assadas, também se extrai o óleo de Butiá. Do estipe da palmeira, caule, se fabrica papel. O artesanato com palha e semente de Butiá é uma fonte de renda para as comunidades onde há butiazeiros. Confira alguns modos de consumir:

Suco de Butiá:

Ingredientes:

  • 1 pacote de polpa de Butiá;
  • 1 litro de água;
  • Açúcar e gelo a gosto.

Modo de Preparo:

  • Para fazer o suco, basta bater todos os ingredientes no liquidificador.
  • Se você tem a fruta em casa, é necessário usar 1 xícara da polpa (depois de separar as sementes).
  • Depois siga o mesmo processo, batendo com água e açúcar.
  • A bebida fica ainda mais deliciosa se você colocar algumas folhinhas de hortelã.

Observação: Como a fruta já é um pouco adocicada, algumas pessoas preferem tomar o suco sem a adição de açúcar, o que é melhor, sempre. Experimente o suco antes de adoçar, talvez você também não sinta a necessidade do açúcar na receita.

Bolo de Butiá:

Ingredientes:

  • 4 ovos;
  • 2 xícaras de açúcar;
  • 2 xícaras de leite;
  • 2 colheres de margarina;
  • 1 colher bem cheia de fermento royal;
  • 4 xícaras de farinha de trigo.

Modo de Preparo:

  • Bata as gemas com açúcar até ficarem cremosas.
  • Após colocar os outros ingredientes e por fim, de forma delicada às claras em neve.

Cobertura:

  • 1 xícara de polpa de Butiá picada e cozida em 1 e 1/2 xícara de açúcar.
  • Coloque a massa em forma untada e cubra com a polpa de Butiá.
  • Reserve a calda que deverá ser passada no bolo depois de assado.

Licor de Butiá:

Ingredientes:

  • 2 kg de Butiá;
  • 1 litro de cachaça 51;
  • 500 g açúcar.

Modo de Preparo:

  • Coloque a fruta em uma panela.
  • Ferva com o açúcar, até fazer uma calda.
  • Deixe esfriar, coloque em um vidro grande, acrescente a cachaça.
  • Pode-se beber logo e/ou deixar em infusão quanto tempo desejar, sempre bebendo e acrescentando mais cachaça, vai longe até terminar e é um licor delicioso.

Musse de Butiá

Ingredientes:

  • 30 butiás maduros;
  • 1 lata de leite condensado;
  • 1 lata ou duas caixinhas de creme de leite;
  • 1 limão taiti.

Modo de Preparo:

  • Com uma faca, pegue os butiás e separe a polpa do caroço (se alguém tiver um método mais eficiente, por favor, avisa!).
  • Liquidifique o Butiá. Se ficar muito difícil, junte uma ou duas colheres de água.
  • Passe a polpa por uma peneira, pressionando bem para extrair o máximo de líquido. Reserve.
  • No copo do liquidificador, bata o leite condensado e o creme de leite.
  • Sempre batendo, adicione o limão, que vai dar consistência à musse, e o suco de Butiá.
  • Bata até a mistura ficar totalmente homogênea.
  • Coloque em um prato de sobremesa e leve à geladeira. Sirva gelado.

Dica: Você pode levar à geladeira diretamente em tacinhas, em porções individuais.

Doce de Butiá:

Ingredientes:

  • 800 gr de butiás (pesados sem carço);
  • 400 gr de açúcar.

Modo de Preparo:

  • Coloque numa panela o Butiá e o açúcar
  • Leve ao lume até cozer a fruta
  • Coloque na Bimby e desfaça até ficar numa pasta grossa, ou então utilize a varinha-mágica.

Geleia de Butiá:

Ingredientes:

  • 1,200 kg de Butiá (pesado sem caroço)
  • 200 ml de água
  • 1 kg de açúcar

Modo de Preparo:

  • Coloque num liquidificador a água e os butiás até ficarem num creme.
  • Eu utilizei a Bimby (velocidade 8, 40 segundos.
  • Coe a polpa (é um processo lento, porque tem muita fibra)
  • Coloque numa panela grande e junte o açúcar.
  • Leve ao lume e mexa de vez em quando até fazer o ponto a seu gosto (o meu levou 2 horas).

Contraindicações:

Não foram encontradas referências de contraindicações a respeito do consumo. No entanto, o segredo de uma alimentação balanceada é o equilíbrio, por isso, evite o excesso.

Efeitos colaterais:

Não foram relatados efeitos colaterais decorrentes do uso nas bibliografias consultadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 Rules For Great Wine And Food Pairings

Cabeludinha – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais