Cabeludinha – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

De nome Científico: Myrciaria glazioviana, a Cabeludinha é uma fruta de sabor agradável e suavemente doce, como um pêssego, mas vem com um odor que se assemelha a um queijo, que muitas pessoas acham desconfortável. Tanto a Jabuticaba quanto a Cabeludinha são da mesma família. A Cabeludinha é bastante conhecida por Jabuticaba-amarela porque os frutos crescem presos nos galhos e troncos assim como a Jabuticaba. Em sua polpa suculenta e perfumada, rica em vitamina C, encontramos uma ou duas sementes grandes.

É consumida ao natural, tem sabor levemente ácido. A Cabeludinha também é utilizada no preparo de sucos e geleias. Típica do Brasil, esta fruta é encontrada apenas em pomares particulares, pois ainda não é comercializada em grande esfera, e não é muito conhecida, por isso é tida como fruta exótica. Sua principal vitamina é a C, mas também contém as vitaminas do complexo B, ferro e pouca quantidade de cálcio e fósforo.

Arbusto elegante, que pode chegar à 6 metros de altura, copa verde escuro, com densas ramificações, flores brancas, folhas que chegam a 10 cm de comprimento, também é utilizada como planta ornamental, pode ser usada nos trabalhos de paisagismo de praças, jardins e na recuperação da vegetação de áreas degradadas.

Estudos estão sendo feitos para avaliar a possibilidade da Cabeludinha servir de base para remédio contra dores em geral, inclusive dor de cabeça. Seria 20 vezes mais potente que os tradicionais remédios no mercado.

O plantio é feito por exertia para maior rapidez ou por sementes. Requer solos férteis, bem adubados orgânicamente, irrigação constante e clima quente. Produzirá frutos após 3 anos do plantio em local definitivo. Então, para saber um pouco mais sobre esta fruta continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre esse incrível fruto. Vamos lá?!

Origem da Cabeludinha:

A Cabeludinha (Myrciaria glazioviana) é uma fruta nativa do Brasil, provavelmente do Rio de Janeiro ou Minas Gerais. É um arbusto grande e perene que pode atingir até 4 metros de altura, quando bem desenvolvido.

Seus frutos são tormentosos com a polpa doce e suculenta, levemente acidulada, porém mais doce que a sua parente jabuticaba. São consumidos principalmente ao natural a a época de sua maturação normalmente é no mês de outubro.

Além de seu consumo in natura a planta é uma excelente opção de paisagismo urbano, pois sua florada é muito bonita e ornamental. Suas flores atraem abelhas e seus frutos atraem pássaros de diferentes tipos.

Pode ser cultivada em climas amenos ou quentes, com temperaturas médias entre 7 e 30 graus. Gosta de solos férteis com boa drenagem de água. Pode ser cultivada tanto no nível do mar quanto em altitudes de até 1500m. Suporta geadas e também sobrevive em áreas inundadas.

Cabeludinha

Valor Nutricional da Cabeludinha:

Segundo uma tabela nutricional do IBGE, para cada 100 gramas de Cabeludinha comestível existem:

Além dessas, a Cabeludinha contem vitaminas do complexo B. Agora que já conhecemos os nutrientes da Cabeludinha, conheça também os benefícios para a saúde:

Benefícios da Cabeludinha:

A Cabeludinha pode trazer benefícios para a sua saúde e bem-estar devido à sua grande variedade de nutrientes, que incluem:

  • Prevenir do risco geral de câncer de cólon e suprime o crescimento de pólipos que podem levar ao câncer;
  • Reduzir a gravidade dos ataques de enxaqueca, insônia e depressão e pode minimizar a taxa de recorrência;
  • Ajudar a sintetizar proteínas desempenhando um papel importante ao organismo;
  • Ajuda a ativar enzimas no processo de metabolismo celular para produzir energia;
  • Combater a ação dos radicais livres no organismo;
  • Prevenir lesões cardíacas e problemas com dilatação das veias;
  • Combater problemas das vias urinárias;
  • Regular a produção de insulina;
  • Controlar a freqüência cardíaca.

Como Consumir a Cabeludinha:

Os frutos são deliciosos para serem consumidos in-natura e podem aproveitados para fazer sucos, doces e sorvetes. A árvore é ornamental, as flores são melíferas e é uma espécie ideal para arborização urbana de ruas, praças e parques.

Suco de Cabeludinha:

Ingredientes:

  • 4 colheres (sopa) de polpa de Cabeludinha;
  • 1 litro de água;
  • Açúcar a gosto.

Modo de Preparo:

  • Bater todos os ingredientes no liquidificador e servir em seguida.

Contraindicações:

Não foram encontradas referências de contraindicações a respeito do consumo da Cabeludinha. No entanto, o segredo de uma alimentação balanceada é o equilíbrio, por isso, evite o excesso.

Efeitos colaterais:

Não foram relatados efeitos colaterais decorrentes do uso nas bibliografias consultadas da Cabeludinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Butiá – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

Cacau – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais