Dieta Paleolítica – O que Comer, Receitas e Cardápio!

Também conhecida como dieta paleo, a dieta paleolítica é basicamente o tipo de ingestão alimentar durante a era do Paleolítico ou da “Idade da Pedra Velha”. Este período, Por volta de de 2,5 milhões de anos atrás, é definido por mudanças anatômicas e fisiológicas, além de adaptação às mudanças climáticas, controle do fogo e uso de ferramentas feitas de pedra.

A seguir veremos tudo sobre a dieta paleolítica: o que é ela, como funciona, quais seus benefícios, cardápio, vantagens e desvantagens, quais alimentos são permitidos e quais são proibidos.

O que é a Dieta Paleolítica:

A dieta paleo ou dieta paleolítica é uma dieta contemporânea que consiste numa alimentação à base de plantas selvagens, carne, peixe e ovos, habitualmente ingeridos pelo Homo sapiens durante o Paleolítico, período durante o qual iniciou-se a ser desenvolvida a agricultura.

Tornou-se popular em meados da década de 1970 através do gastroenterologista Walter L. Voegtlin e prontamente foi analisada por numerosos escritores e pesquisadores e exposta em diversos livros e jornais e revistas acadêmicos.

Como Funciona a Dieta Paleolítica:

A dieta paleolítica é baseada na ideia de que mesmo os homens atuais devem comer como o fazia o ser humano no passado distante, não só para garantir o seu peso correto mas, também para se manter saudável. Para se manter saudável, de acordo com Cordain, você precisa seguir uma dieta farta em proteína animal, excluir totalmente os carboidratos exceto aqueles contidos em frutas e legumes.

Também é importante associar a dieta paleolítica a uma atividade física regular: de fato, os nossos ancestrais não eram sedentários e possuíam diariamente, um trabalho difícil para localizar a alimentação necessária à sua subsistência.

Entretanto, diversos nutricionistas não imaginam desta maneira e enxergam um perigo potencial à saúde para aquelas pessoas que obedecem uma dieta farta em proteínas por longos tempo.

Benefícios da Dieta Paleolítica:

A dieta paleolítica tem grandes efeitos benéficos no metabolismo, como:

  • Diminuição do estresse oxidativo;
  • Melhora da sensibilidade à insulina;
  • Diminuição dos níveis de triglicerídeos séricos;
  • Diminuição do risco cardiovascular em indivíduos com diabetes melito tipo 2;
  • Melhora do desempenho da memória episódica – ou memória curta, como é popularmente conhecida, possivelmente através da mudança da função do hipocampo.

Além disso, outros estudos com um número expressivo de indivíduos encontraram resultados de um menor número da mortalidade por câncer, especificamente câncer de cólon, nas pessoas que ingeriram uma dieta paleolítica.

Dieta Paleolítica Emagrece?

dieta paleolítica pode levar a diminuição do peso uma vez que há diminuição do consumo de carboidratos. Os carboidratos como pães, massas e arroz são digeridos no estômago de forma rápida aumentando os índices de glicose na corrente sanguínea e a glicose em excesso pode ser metabolizada e transformada em gordura, levando ao aumento no órgão adiposo.

Estes carboidratos refinados são tirados desta dieta, contribuindo assim com o emagrecimento. Além disso, a dieta paleolítica estabelece a eliminação do consumo de alimentos industrializados em geral, com glúten ou lactose, uma vez que o consumo destes alimentos atualmente pode estar associado ao ganho de peso, aparecimento de inflamações, distúrbios endócrinos e metabólicos.

Cardápio da Dieta Paleolítica:

Este cardápio da dieta paleolítica é um exemplo que permite compreender melhor como fazer a dieta paleolítica.

Segunda-Feira:

  • Café-da-manhã: ovos mexidos com bacon, espinafre, tomate e orégano + 1 maçã verde;
  • Lanche: cinco nozes;
  • Almoço: salada de folhas verdes e tomate + 1 filé de peixe grelhado + 1 pedaço de mandioca cozida;
  • Lanche da tarde: 1 porção de morangos ou 1 pera;
  • Jantar: hortaliças cozidas + almôndegas.

Terça-Feira:

  • Café-da-manhã: 1 inhame cozido + um punhado de sementes de sua preferência;
  • Lanche: 1 pedaço de coco fresco;
  • Almoço: bife à rolê + salada de palmito com rúcula e tomate cereja;
  • Lanche da tarde: 1 fruta;
  • Jantar: frango grelhado + legumes refogados em óleo de coco.

Quarta-Feira:

  • Café-da-manhã: 2 fatias de pão de farinha de amêndoa + 2 ovos cozidos;
  • Lanche: ½ mamão papaia + 1 colher de chá de chia;
  • Almoço: 1 porção de carne assada + salada verde + legumes coloridos;
  • Lanche da tarde: 3 castanhas do Pará;
  • Jantar: 1 concha de purê de abóbora + espaguete de abobrinha ao alho e azeite.

Quinta-Feira:

  • Café-da-manhã: omelete com cogumelos, pimentão e cenoura + 1 laranja;
  • Lanche: sticks de pepino com molho de azeite, pimenta do reino, limão e sal;
  • Almoço: anéis de lula preparados com alho e azeite + aspargos grelhados + salada de repolho roxo;
  • Lanche da tarde: 2 colheres de antepasto de berinjela com 1 fatia de pão de farinha de amêndoa;
  • Jantar: 1 prato de sopa verde (couve, abobrinha e brócolis) com bacon.

Sexta-Feira:

  • Café-da-manhã: 2 fatias de pão de coco (receita aqui) + 1 colher de mel;
  • Lanche: 1 xícara de salada de frutas de baixo IG;
  • Almoço: Frittata de brócolis, bacon, alho poró e cogumelo shitake;
  • Lanche da tarde: 2 muffins paleo;
  • Jantar: 1 lata de atum + legumes refogados e regados com azeite.

Sábado:

  • Café-da-manhã: ½ abacate + 1 ovo inteiro;
  • Lanche: 1 xícara de chips de abobrinha;
  • Almoço: Salmão grelhado com ervas + ½ batata doce cozida + couve refogada;
  • Lanche da tarde: 1 pedaço de chocolate amargo;
  • Jantar: 2 fatias de lagarto assado + salada de cenoura com beterraba.

Domingo:

  • Café-da-manhã: 2 fatias de bolo de cenoura paleo + 2 colheres de sementes de abóbora;
  • Lanche: 5 azeitonas ou 5 cerejas;
  • Almoço: 1 pedaço de carne de porco assada + salada de alcachofra;
  • Lanche da tarde: 1 porção de pudim de chia com cacau;
  • Jantar: “sanduíche” (sem pão) na folha de alface com carne grelhada, alface e agrião.

Alimentos Proibidos na Dieta Paleolítica:

Para melhores resultados, fique atento também aos alimentos proibidos na dieta paleolítica:

  • Leguminosas (feijão, grão de bico, lentilha, amendoim, soja, ervilha);
  • Alimentos com amido (pão e massas e batata);
  • Grãos e cereais (arroz, trigo, centeio, milho, aveia);
  • Açúcar refinado;
  • Alimentos processados.

Alimentos Permitidos na Dieta Paleolítica:

Alguns alimentos permitidos na dieta paleolítica podem ser:

  • Carnes, peixes;
  • Raízes e tubérculos, como batata doce, inhame, mandioca;
  • Maçã, pera, banana, laranja, abacaxi ou outras frutas;
  • Tomate, cenoura, pimentão, abobrinha, abóbora, berinjela ou outros legumes;
  • Acelga, rúcula, alface, espinafre ou outros vegetais folhosos;
  • Oleaginosas, como amêndoa, amendoim, nozes ou avelãs.

Porém, estes alimentos devem ser consumidos principalmente crús, sendo permitido cozinhar a carne, peixe e alguns legumes com pouca água e por pouco tempo.

Receitas da Dieta Paleolítica:

As receitas da dieta paleolítica são simples e rápidas devido ser, preferencialmente, feitas com pouco ou nenhum cozimento.

Salada paleolítica com cogumelos:

Ingredientes:

  • 200 g de cogumelos;
  • Meia manga;
  • 2 rodelas de pimentão picado;
  • 100 g de alface, rúcula e espinafre;
  • Suco de laranja e limão para temperar.
  • 30 g de amêndoas;

Modo de preparo:

  • Coloque em uma taça os cogumelos picados e acrescentar a alface, a rúcula e os espinafres limpos.
  • Em seguida, coloque a manga cortada em partes e as amêndoas, assim como o pimentão. Temperar a gosto, com o suco de laranja e limão.

Creme de papaia e chia:

Ingredientes:

  • 2 colheres de chá de lúcuma em pó;
  • 40 g de sementes de chia;
  • Polpa de 2 maracujás para servir;
  • Coco ralado seco para decorar;
  • 20 g de coco ralado seco;
  • 40 g de castanha de cajú;
  • 2 caquis picados;
  • 1 papaia picada.

Modo de preparo:

  • Misture as sementes de chia e o coco.
  • Coloque em outra taça as castanhas, o caqui, a papaia e a lúcuma e mexer muito bem com 250 ml de água, até ficar cremoso.
  • Junte a mistura de chia e aguarde 20 minutos, mexendo de vez em quando.
  • Divida em taças mais pequenas e espalhe por cima a polpa de maracujá e o coco ralado.

De acordo com este conceito, a dieta paleolítica ajuda a evitar doenças crônicas, como colesterol alto, por exemplo, e também ajuda a perder peso porque é farta em proteínas e fibras, que diminui e ajuda a inibir o apetite.

Vantagens da Dieta Paleolítica:

A vantagens da dieta paleolítica é que ela restringe a quantia de carboidratos, o que faz com que haja controle da produção de insulina ao corpo, que é um hormônio que beneficia o ganho de gordura. A restrição de carboidratos também pode ser eficiente para pessoas que apresentam síndrome metabólica, diabetes, resistência à insulina e excedente de peso. Vale lembrar que existem índices de restrição de carboidratos e, por isso, se você tem uma das condições mencionadas é fundamental que a alimentação seja validada e indicada por um nutricionista e que você esteja em acompanhamento com um médico especialista.

Desvantagens da Dieta Paleolítica:

A desvantagens da dieta paleolítica é que ela é baseada em uma alimentação extremamente restritiva em carboidratos e grupos alimentares. Assim como toda dieta, ela não entende características pessoais e culturais associados ao hábito alimentar de cada indivíduo. Esta grande restrição pode proporcionar consequências ruins a curto, médio e longo período como: episódios de compulsão alimentar, desidratação, tonturas, debilidade, cãibras, intestino preso, etc.

Além disso, outra dieta bastante popular é a do projeto fit 60d. O projeto fit 60d é um programa de reeducação da sua alimentação. Ele vai dizer exatamente o que você deve fazer com seus alimentos antes de come-los. Vai dizer quais alimentos você precisa evitar e quais alimentos você precisa colocar em seu cardápio. Seguindo essas orientações em 60 Dias Você emagrecerá no mínimo 21 quilos. Incrível não é mesmo?

Projeto Fit 60 Dias é um livro digital, no formato ebook PDF, que você compra e tem acesso imediato, podendo baixar em seu computador ou celular e iniciar sua reeducação alimentar na Hora, de forma rápida e Instantânea. Quer baixar o Projeto Fit 60D grátis, basta clicar aqui. Veja também: desafio emagrecimento inteligente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dieta Ravenna – O que Comer, Como Fazer e Cardápio!

Tenossinovite de De Quervain: O que é, Causas, Sintomas, Tratamentos!