Framboesa – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

De nome cientifico Rubus idaeus L., a framboesa é uma fruta pequena, arredondada, de cor vermelho-escura e muito suculenta, cujo sabor suave e adocicado é utilizado para diversas finalidades, como sorvetes, xaropes, geleias, licores e doces. Originária dos campos do centro e norte da Europa e de parte da Ásia, a planta espinhosa pertence à família das Rosáceas e seu fruto é frequentemente confundido com a amora-preta, da qual se diferencia por ser oco e portanto mais delicado. Então, para saber um pouco mais sobre a framboesa continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre essa incrível fruta do cerrado brasileiro. Vamos lá?!

Origem da Framboesa:

A framboesa é uma fruta da framboeseira (Rubus idaeus L.) que pertence à família das Rosáceas, planta originária do centro e norte da Europa e de parte da Ásia. No Brasil a cultura da framboesa foi introduzida na região de Campos do Jordão (SP) e hoje os principais estados produtores são Rio Grande do Sul, São Paulo e Minas Gerais.

A safra da framboesa vai de outubro a janeiro. É uma fruta que se adapta em regiões de clima frio, tem sabor doce e suave e tamanho que raramente ultrapassa 20 milímetros. É formada por pequenos gomos e sua coloração varia de amarelo ao vermelho e preto. A framboesa é bastante confundida com a amora. Uma das diferenças entre elas é que a framboesa é um fruto de centro oco enquanto a amora é um fruto com polpa homogênea.

Framboesa

Valor Nutricional da Framboesa:

A tabela a seguir traz a informação nutricional para 100 g:

NUTRIENTES UNIDADE 1 VALOR POR 100.0G 1,0 XÍCARA 123G 1.0PINT COMO COMPRADO, PRODUZ 312G 10 FRAMBOESAS 19G
Água g 85,75 105,47 267,54 16,29
Calorias kcal 52 64 162 10
Proteínas g 1,20 1,48 3,74 0,23
Lipídio total (gordura) g 0,65 0,80 2,03 0,12
Carboidratos, por diferença g 11,94 14,69 37,25 2,27
Fibras, dieta total g 6,5 8,0 20,3 1,2
Açúcares, total g 4,42 5,44 13,79 0,84
MINERAIS
Cálcio, Ca mg 25 31 78 5
Ferro, Fe mg 0,69 0,85 2,15 0,13
Magnésio, Mg mg 22 27 69 4
Fósforo, P mg 29 36 90 6
Potássio, K mg 151 186 471 29
Sódio, Na mg 1 1 3 0
Zinco, zn mg 0,42 0,52 1,31 0,08
VITAMINAS
Tiamina mg 0,032 0,039 0,100 0,006
Riboflavina mg 0,038 0,047 0,119 0,007
Niacina mg 0,598 0,736 1,866 0,114
Vitamina B6 mg 0,055 0,068 0,172 0,010
Folato, DFE µg 21 26 66 4
Vitamina B12 µg 0,00 0,00 0,00 0,00
Vitamina A, RAE µg 2 2 6 0
Vitamina A, UI IU 33 41 103 6
Vitamina E (alfa-tocoferol) mg 0,87 1,07 2,71 0,17
Vitamina D (D2 + D3) µg 0,0 0,0 0,0 0,0
Vitamina D IU 0 0 0 0
Vitamina K (filoquinona) µg 7,8 9,6 24,3 1,5
LIPÍDIOS
Ácidos graxos saturados totais g 0,019 0,023 0,059 0,004
Ácidos graxos, monoinsaturados totais g 0,064 0,079 0,200 0,012
Ácidos gordos polinsaturados g 0,375 0,461 1,170 0,071
Colesterol mg 0 0 0 0
DE OUTROS
Cafeína mg 0 0 0 0

Agora que já conhecemos os nutrientes, conheça também os benefícios para a saúde.

Benefícios da Framboesa 

O consumo adequado é importante porque ela desempenha as seguintes funções no organismo:

Previne o Câncer:

Alguns nutrientes presentes na framboesa possuem um papel importante quando se refere à redução do estresse oxidativo, o desenvolvimento a reprodução de células cancerosas. O fruto pode prevenir o câncer, como de mama, do colo do útero, do cólon e da próstata. As framboesas são eficientes no reparo de danos às membranas celulares. Além disso, ela ajuda na redução do crescimento de bactérias e alguns fungos no corpo.

Contém Propriedades Antioxidantes:

A framboesa é uma grande fonte de antioxidantes que combatem os radicais livres. Os antioxidantes do fruto são a vitamina C, carotenoides, ácido elágico e quercetina, todos possuem uma eficácia anticâncer. Os antioxidantes são nutrientes essenciais que ajudam a fortalecer o Sistema imunológico, ajudando no combate de doenças.

Alivia a Cólica Menstrual:

A framboesa pode ser uma boa opção para aliviar a cólica menstrual, o chá pode regular o ciclo, aliviar as dores e até reduzir o fluxo. Além disso, o chá de framboesa pode ajudar as grávidas: aliviando náuseas, evitando hemorragias e reduzindo dores e ajuda no parto. Para as mães que estão produzindo leite o chá ou o fruto podem ajudar no aumento da produção do leite materno.

Controla a Pressão Arterial:

Antocianinas, que são encontradas nas framboesas, demonstraram suprimir a inflamação que pode levar a doenças cardiovasculares. O seu teor de polifenóis também pode reduzir o risco de doenças cardiovasculares e, dessa maneira, pode evitar o acúmulo de plaquetas e reduzir a pressão arterial através de mecanismos anti-inflamatórios. O potássio que também existe nas framboesas protege a saúde cardíaca.

Protege os Olhos:

A framboesa é capaz de proteger os olhos de degeneração macular, devido ao seu teor de antioxidantes. O fruto tem uma propriedade natural de proteção para a saúde dos olhos, que ajuda a proteger contra essa degeneração, que é muito comum em idosos. A degeneração macular é uma doença grande que pode causar a perda de visão.

Ajuda a Controlar a Fome:

Os carboidratos da framboesa são liberados lentamente o que evita o aumento e a diminuição nos níveis de açúcar no sangue que pode ajudar a controlar a fome. A framboesa possui um número baixo de calorias e é rica em fibras solúveis que mantem o estomago cheio e reduz o número de dores causadas pela fome: evitando que uma pessoa coma excessivamente.

Contém Propriedades Anti-Inflamatórias:

A framboesa ajuda a evitar danos às membranas celulares e outros componentes, e reduz o crescimento de fungos e bactérias no corpo. Ela também pode reduzir reações alérgicas, febre, diarreia, alivia a bexiga e previne infecção do trato urinário.

Aumenta o Metabolismo:

A framboesa pode ajudar nos dois sentidos. As cetonas presentes no fruto ajudam a aumentar o metabolismo nas células de gordura, aumentando a atividade enzimática, o consumo de oxigênio e a produção de calor em alguns tipos de células de gordura. Perda: A framboesa também é rica em fibra dietética e manganês, e estas fibras ajudam a retardar o processo digestivo e assim, você sente uma saciedade maior por mais tempo. O manganês também ajuda a manter sua taxa metabólica alta e assim queima a gordura.

Controla o Diabetes:

A framboesa ajuda a diminuir o risco de desenvolver diabetes. Ela possui um baixo índice glicêmico, e isso ajuda na quebra de carboidrato, retardando a liberação de açúcar no sangue, fator que provoca uma baixa demanda de insulina pelo corpo, importante para pacientes diabéticos. A framboesa possui casca e elas ajudam, pois possuem muita fibra que ajudam a manter o nível de açúcar no sangue em um nível ideal.

Previne a Queda de Cabelo:

A framboesa está cheia de vitaminas do com complexo B, que são essenciais ao se tratar da redução da queda de cabelo e ao envelhecimento. A framboesa também possui ácido fólico que ajuda na capacidade de crescimento. A vitamina C, que está presente na framboesa, ajuda na promoção de um couro cabeludo em estado saudável.

Não existe recomendação mínima estabelecida para o consumo de framboesa, no entanto, em virtude de seu perfil e características nutricionais particulares, recomenda-se que a framboesa seja inclusa no cardápio semanal, em alternância a outras frutas vermelhas. Uma porção de framboesa in natura equivale a aproximadamente 1 xícara de chá (120g).

Como Consumir a Framboesa:

A framboesa consiste numa fruta versátil que pode ser apreciada tanto in natura, quanto consumida em iogurtes naturais, incorporadas em smoothies, no preparo de geleias além de ser utilizada como ingrediente para um leque de receitas, como tortas e bolos. Uma outra forma de incluí-la à alimentação é adicionar a uma salada de folhas variadas, juntamente legumes e nozes (ou a oleaginosa de sua preferência), por exemplo. Além disso, a framboesa figura como uma ótima opção de fruta para acompanhar os cereais matinais integrais no café-da-manhã. Como framboesas são frutas altamente perecíveis, após a compra, recomenda-se mantê-las sob refrigeração e consumi-las em até dois dias após a compra.

Para maximizar os benefícios à saúde provenientes da fruta, orienta-se que se consuma a framboesa preferencialmente in natura, fresca e de forma que tenha passado pelo menor processamento possível, como a exposição ao calor, uma vez que alguns fito nutrientes chave podem apresentar perda substancial e ter seu conteúdo reduzido. A framboesa congelada pode servir de alternativa em épocas que a framboesa fresca não estiver disponível. Formas de consumir a framboesa:

Suco de Framboesa:

Ingredientes:

  • 200 g de framboesa fresca;
  • 200 ml de água;
  • Mel a gosto;
  • Gelo a gosto.

Modo de Preparo:

  • Colocar a água, a framboesa e o gelo no liquidificador;
  • Bater bem.
  • Passar para uma jarra ou copo, adicionar o mel e misturar com o auxílio de uma colher;
  • Servir-se imediatamente.

Chá de Framboesa:

Ingredientes:

  • 2 colheres (sopa) de folhas secas de framboesa;
  • 1 litro de água filtrada.

*A framboesa não é uma fruta encontrada facilmente no Brasil. Por isso, as folhas para o preparo do chá devem ser adquiridas em lojas especializadas na venda de ervas e produtos naturais. Fique de olho para não comprar outra folha no lugar da framboesa.

Modo de Preparo:

  • Primeiramente, leve a água para ferver.
  • O ideal é usar um recipiente que não seja de alumínio, para evitar a contaminação por metais pesados.
  • Depois que a água começar a borbulhar, apague o fogo e acrescente as folhas secas da framboesa.
  • Tampe e mantenha abafado por cerca de 15 minutos.
  • Passado esse tempo, coe o chá e reserve para consumir.
  • O chá de framboesa pode ser consumido morno ou frio.
  • Beba de 2 a 3 xícaras por dia, com um intervalo de pelo menos 3 horas entre uma porção e outra.

Mousse de Framboesa:

Ingredientes:

  • 1 lata de leite condensado;
  • 2 gelatinas de framboesa dissolvidas em ¼ copo de água fervente;
  • 1 lata de creme de leite;
  • 2 copos de refrigerante de framboesa.

Modo de Preparo:

  • Em um liquidificador, bata todos os ingredientes até obter uma mistura bem homogênea.
  • Em seguida, disponha-a em um recipiente e leve até a geladeira para ganhar consistência.
  • Prontinha! Pode servir à vontade, de preferência, bem gelada.

Sorvete de Framboesa:

Ingredientes:

  • ½ xícara (chá) de açúcar;
  • 1 colher (chá) de maisena;
  • 1 lata de framboesa (use uma lata de leite condensado vazia para medir);
  • ½ xícara (chá) de água;
  • 1 lata de leite condensado;
  • 1 lata de creme de leite.

Modo de Preparo:

  • Em uma panela, coloque a framboesa e o açúcar e leve ao fogo, deixando-os cozinhar por cerca de 5 minutos.
  • Em seguida, acrescente a maisena dissolvida na água e mexa sem parar por, pelo menos, 5 minutos ou até obter um creme.
  • Em seguida, em um liquidificador, coloque a mistura de framboesa e bata por 5 minutos ou até conseguir um creme homogêneo.
  • Adicione o leite condensado e o creme de leite e leve até o congelador por, aproximadamente, 2 horas.
  • Passado esse tempo, retire do congelador e bata mais uma vez, rapidamente.
  • Leve o sorvete de volta ao congelador por mais 4 horas ou até ficar na consistência adequada.
  • Prontinho! Pode servir em seguida. Bom apetite!

Muffins de Framboesa:

Ingredientes:

  • 280g de farinha de trigo
  • 140g de açúcar refinado
  • 2 colheres (chá) de fermento em pó
  • ½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
  • 1 pitada de sal
  • 85g de manteiga sem sal derretida
  • raspas da casca de 1 limão siciliano
  • 160g de iogurte natural ou buttermilk
  • 2 ovos grandes
  • 1½ colheres (chá) de extrato de baunilha
  • 170g de framboesas, frescas ou congeladas (sem descongelar)
  • Açúcar cristal ou demerara para polvilhar

Modo de Preparo:

  • Pré-aqueça o forno a 190°C.
  • Coloque forminhas de cupcake ou unte e polvilhe com farinha de trigo uma forma para muffins de 12 buraquinhos.
  • Em uma tigela grande misture a farinha, o açúcar, as raspas de limão o fermento, o bicarbonato e o sal.
  • Numa tigela menor misture a manteiga derretida, o iogurte os ovos e a baunilha.
  • Faça um buraco no centro dos ingredientes secos e despeje aí a mistura liquida.
  • Misture levemente com um garfo, não precisa bater nem misturar demais, não tem problema se ficarem pelotinhas.
  • Junte as framboesas e misture muito cuidadosamente.
  • A massa fica firme e pegajosa, é assim mesmo.
  • Divida a massa entre as formas preparadas e polvilhe com o açúcar cristal ou demerara.
  • Leve ao forno por mais ou menos 20 minutos, até dourarem levemente e passarem no teste do palito.
  • Retire da forma assim que conseguir encostar dos bolinhos sem se queimar e transfira para uma grade.
  • Sirva mornos ou em temperatura ambiente.

Contraindicações da Framboesa:

O chá da framboesa deve ser evitado por mães grávidas e pessoas com alergia a aspirina, pois pode causar reações.

Efeitos Colaterais da Framboesa:

Os principais efeitos colaterais da framboesa, incluem:

Interações Medicamentosas:

Se você estiver usando antibióticos (especialmente Linezolida), evite framboesas. Isso ocorre porque os frutos contêm um composto chamado tiramina, que pode causar um aumento repentino e perigoso dos níveis de pressão arterial.

Pode Afetar Mães Grávidas:

As Framboesas podem estimular a contração no útero de mães grávidas. Consulte o seu médico antes de usar. E quanto às nutrizes, não há pesquisa suficiente. Por isso, evite o uso.

Diarreia:

A Framboesa (especialmente a folha) pode atuar como um laxante e diurético. Portanto, as pessoas que tomam outros medicamentos com efeitos laxativos ou diuréticos devem abster-se de consumir framboesas – isso pode resultar em desidratação e desequilíbrio eletrolítico.

Reações Alérgicas:

Certos indivíduos podem desenvolver uma sensação de formigamento ou coceira na boca imediatamente após o consumo de framboesas. Isso pode levar a coceira na pele.O rosto, os lábios e a língua podem ficar inchados, resultando em chiado ou congestão. Alguns indivíduos também podem desenvolver náuseas, dor abdominal, tontura e tontura. Esses efeitos colaterais são extremamente raros, com apenas alguns casos relatados. No entanto, tome cuidado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Figo da Índia – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

Fruta do Conde – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais