Gabiroba – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

De nome cientifico Campomanesia xanthocarpa, a gabiroba ou guabiroba é uma fruta típica do cerrado, que já fez muito sucesso na cidade de São Paulo, onde seus pés eram abundantes e cresciam sem nenhuma interferência humana. Porém, com o crescimento da metrópole, eles se tornaram raríssimos e encontrar a fruta requer a ida à feiras de rua, onde produtores ainda mantém a tradição paulistana. Nas demais regiões do país, a gabiroba é mais comum, especialmente onde a terra é ideal para seu cultivo. No artigo de hoje, vou contar um pouco mais sobre a importância da gabiroba para a saúde no geral.

Origem da Gabiroba:

A gabiroba é uma fruta de origem brasileira, cujo nome é originado da língua guarani, que quer dizer, árvore da casca amarga. Ela é conhecida popularmente por gabirobeira, guabiroba, guavirova, guabiroba-miúda e guabiroba-da-mata. A gabirobeira se divide em gabiroba-do-cerrado e gabiroba-da mata. A primeira é uma planta arbustiva, que varia de 0,20 a 1,50 metros de altura. A gabiroba da mata pode alcançar até 15 metros de altura.

A planta possui ciclo perene, pouco exigente em relação ao solo, sendo resistente a diferentes climas e estiagens. Suas folhas são lisas ou ásperas e variam de verde-claro a verde-escuro. Possui flor hermafrodita, de coloração que varia do branco ao creme. Seus frutos adocicados são arredondados, aparecem geralmente de outubro a dezembro e estragam com facilidade. A polpa é esverdeada, suculenta e possui grande quantidade de sementes. Propaga-se por sementes ou mudas.

Gabiroba

Valor Nutricional da Gabiroba:

A tabela a seguir traz a informação nutricional para 1 gabiroba, que pesa cerca de 200 g:

Nutrientes 1 gabiroba (200g)
Calorias 121 kcal
Proteínas 3 g
Carboidratos 26,4 g
Gorduras 1,9 g
Fibras 1,5 g
Ferro 6 mg
Cálcio 72 mg
Vitamina B3 (Niacina) 0,95 mg
Vitamina C 62 mg

A gabiroba pode ser consumida fresca ou na forma de sucos, vitaminas e adicionada em receitas como sorvetes e sobremesas.

Benefícios da Gabiroba:

Os benefícios se dá principalmente porque a gabiroba é rica em fibras e tem poucas calorias, o que ajuda a controlar o açúcar no sangue e o colesterol. Além disso, essa fruta traz benefícios como:

  • Combater prisão de ventre e diarreia, por ser rica em fibras e água;
  • Prevenir anemia, por conter ferro;
  • Prevenir doenças como gripes, aterosclerose e câncer, por ser rica em antioxidantes, como Vitamina C e compostos fenólicos;
  • Aumentar a disposição e a produção de energia no organismo, por conter vitaminas do complexo B;
  • Prevenir osteoporose, por ser rica em cálcio;
  • Ajudar a emagrecer, por dar mais saciedade devido ao seu teor de água e fibras.

Na medicina popular, a gabiroba também ajuda a reduzir os sintomas de infecção urinária e de problemas na bexiga, além de combater a diarreia.

Gabiroba Emagrece?

Sim, a gabiroba emagrece! O chá das folhas de gabiroba ajuda a eliminar o colesterol ruim do sangue e aumenta as taxas de HDL, que é considerado o bom colesterol. Isso auxilia o organismo a funcionar melhor e, consequentemente, acelera o metabolismo para a queima de gordura.

Como Consumir a Gabiroba:

A gabiroba pode ser consumida in natura ou na forma de sucos, sorvetes, picolés, mousses, saladas de frutas e sobremesas. Forma de consumir a gabiroba:

Suco de Guabiroba:

Ingredientes:

  • 100 g de polpa de guabiroba;
  • 1 litro de água gelada;
  • Gelo e açúcar a gosto.

Modo de Preparo:

  • Basta bater a polpa da guabiroba e água no liquidificador até obter uma bebida homogênea.
  • Em seguida, adicione açúcar e gelo a gosto.

Chá de Guabiroba:

Ingredientes:

  • 30 g de cascas e/ou folhas de guabiroba;
  • Meio litro de água filtrada.

Modo de Preparo:

  • Antes de mais nada, é necessário ferver o líquido e só depois misturar com o ingrediente principal.
  • É importante deixar o chá coberto e em infusão durante 10 minutos, para só depois consumi-lo.
  • A dica é beber sem adição de açúcar ou qualquer outro adoçante e, no máximo, três vezes ao longo do dia.

Geleia de Guabiroba:

Ingredientes:

  • Dois quilos de polpa de guabiroba;
  • 500 gramas de açúcar.

Modo de Preparo:

  • Lave bem as frutas e depois passe no liquidificador.
  • A polpa da fruta que deve ser congelada.
  • Quando adquirir uma consistência sólida, corte os pedaços e leve ao fogo até derreter.
  • Em seguida, acrescente o açúcar.
  • A partir disso, deixe no fogo baixo por, aproximadamente, duas horas, mexendo sempre para não grudar na panela.
  • A geleia tem como princípio ser combinada com diferentes alimentos, como biscoitos, pães e queijos.

Sorvete de Guabiroba:

Ingredientes:

  • 1 lata de leite condensado;
  • 1 caixinha de creme de leite;
  • 1 lata de suco de guabiroba;
  • Meio litro de creme de leite fresco.

Modo de Preparo:

  • Faça um suco bem consistente de guabiroba.
  • Para isso, corte a fruta ou a polpa dela com um pouco de água e bata no liquidificador, coe e reserve.
  • Em seguida, bata no liquidificador esse suco junto com o leite condensado e o creme de leite. Reserve.
  • Em uma batedeira, bata o creme de leite fresco até ele adquirir uma consistência semelhante à chantilly.
  • Por fim, misture o chantilly ao creme batido do liquidificador.
  • Depois disso, coloque em um pote e leve ao congelador por cerca de seis horas ou até adquirir a consistência de uma sobremesa gelada.

Contraindicações da Gabiroba:

Não foram encontradas referências de contraindicações a respeito do consumo. No entanto, o segredo de uma alimentação balanceada é o equilíbrio, por isso, evite o excesso.

Efeitos Colaterais da Gabiroba:

Não foram encontrados efeitos colaterais na literatura consultada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Guabijú – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

Jambolão – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais