Grumixama – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

De nome científico Eugenia brasiliensis, a grumixama é uma frutinha arroxeada e suculenta que dá na primavera. Além de nutritiva e saborosa, a fruta também é bastante versátil, podendo ser consumida em sua forma in natura como no preparo de receitas, como geleias, sucos e compotas. Quer saber mais sobre a grumixama? Então, continue lendo esse artigo e descubra por que a frutinha brasileira não pode mais faltar na sua alimentação a partir de hoje.

Origem da Grumixama:

De origem brasileira, a grumixama ainda é pouco conhecida e, portanto, menos presente nas mesas do país. Também chamada de grumichaba, grumixameira, grumiçava e gurumichaba, a fruta é prima da pitanga e nativa da Mata Atlântica. Em alguns lugares, ela é conhecida como “cereja brasileira”, por ter uma aparência bem semelhante com a frutinha vermelha, que você já leu sobre aqui no blog. O nome da grumixama vem da palavra “guamichã”, originada da língua tupi-guarani, carregando o significado de “pega na língua”, graças à sua textura palatável e sabor exclusivo.

Grumixama

Valor Nutricional da Grumixama:

A tabela a seguir traz a informação nutricional para 100 g:

Agora que já conhecemos os nutrientes, conheça também os benefícios para a saúde.

Benefícios da Grumixama:

Por causa das suas propriedades, esta fruta pode ser utilizada em diversas situações, como:

Prevenir o Envelhecimento Precoce:

Por ser rica em antioxidantes, a grumixama pode ser usada como uma fruta aliada na proteção das células contra a ação oxidantes dos chamados radicais livres, principais responsáveis pelo envelhecimento precoce e causadores de vários tipos de doenças no organismo. Sendo assim, ao consumi-la, é possível evitar danos na estrutura das células, prevenindo rugas, linhas de expressão e manchas mais comuns em fase de idade avançada e que podem aparecer de forma precoce na pele. O resultado é de uma pele mais saudável, bonita e jovem.

Combater Doenças Cardiovasculares:

Ainda por conta dos antioxidantes presentes em sua composição, a grumixama também pode ajudar a combater vários tipos de doenças cardiovasculares, como arteriosclerose, hipertensão, AVCs e ataques cardíacos. Isso porque as suas propriedades são capazes de eliminar os radicais livres presentes no organismo, principais causadores de problemas no coração.

Prevenir o Câncer:

Muitas frutas são consideradas como alimentos anti-cancerígenos, isso graças às suas propriedades antioxidantes. Portanto, a grumixama também pode ser uma grande aliada na prevenção do câncer, inclusive o de mama, que mais acomete mulheres no mundo todo. Os antioxidantes possuem o papel fundamental de atuar na proteção das células do organismo, evitando danos na sua estrutura causados pelos radicais livres.

Tratar a Tosse:

Por conter propriedades expectorantes, a grumixama pode ajudar, como o próprio nome já diz, na expectoração, ou seja, eliminação das secreções do sistema respiratório. Na prática, isso quer dizer que a fruta pode ser inserida na alimentação quando a ideia é prevenir e tratar doenças respiratórias, como a tosse, uma vez que remove do organismo as impurezas do ar inspirado.

Faz bem Para a Saúde da Pele:

Graças às excelentes quantidades de vitamina C encontrada na grumixama, a fruta também é capaz de oferecer ação adstringente ao organismo quando consumida regularmente. Isso significa que ela pode ser usada como grande aliada da saúde e beleza da pele, sendo ideal para auxiliar na cicatrização de feridas, limpar e tonificar a pele, fechar a temporariamente os poros e ajudar no controle da oleosidade, evitando problemas como a acne.

Melhorar a Saúde dos Rins:

A grumixama possui propriedades diuréticas, o que quer dizer que ela pode ser consumida para atuar no melhor funcionamento dos rins, aumentando o volume e o grau do fluxo urinário. Por conta disso, ao consumir a fruta diariamente, você pode consumir a eliminação dos eletrólitos, como potássio e sódio, ajudando no combate a problemas como hipertensão, insuficiência cardíaca, insuficiência renal ou cirrose hepática. Para quem não sabe, perda de sódio pode provocar a redução do líquido extracelular.

Combater o Estresse:

Esta fruta atuar diretamente na produção dos hormônios ligados ao sistema nervoso, consumir a grumixama pode ajudar a aliviar os sintomas do estresse excessivo, podendo ser capaz de trazer mais tranquilidade e sensação de alívio depois de dias mais cansativos de trabalho.

Melhorar a Digestão:

Consumir grumixama pode também participar no processo de digestão e atuar na absorção de carboidratos, proteínas e gorduras, além da produção de energia a partir destes. Sendo assim, você pode melhorar o funcionamento do sistema digestivo de forma eficaz apenas comendo a fruta diariamente.

Melhorar o Apetite:

Graças às suas propriedades aperientes, a grumixama pode ajudar a devolver o apetite, sendo ideal para ser consumida até mesmo por crianças que têm problemas com alimentação.

Combater a Retenção Líquida

Por ajudar na remoção das substâncias químicas tóxicas do organismo, comer a grumixama pode auxiliar no combate à retenção líquida, podendo evitar os terríveis inchaços na barriga que dão a sensação de aumento de peso. Sendo assim, você pode eliminar aqueles terríveis quilinhos extras da balança!

grumixama

Como Consumir a Grumixama:

A grumixama é saborosa e rica em antocianinas, fica ótima em compota, sucos e geleias e, melhor ainda, comida no pé, in natura. A fruta também é usada na produção de aguardentes, vinagres e licores e sua madeira é adequada para uso na marcenaria e carpintaria, ideal para ser trabalhada em torno, por sua densidade e textura firme. Costuma ser encontrada nas matas ciliares preservadas mas, está bastante rarefeita nas matas nativas porque sua madeira foi muito usada para forros e caixotaria. Formas de consumir:

Suco de Grumixama:

Ingredientes:

  • 1 xícara de grumixama;
  • Água;
  • Açúcar ou adoçante a gosto.

Modo de Preparo:

  • Juntar as grumixama e a água, levar ao liquidificador e bater;
  • Depois, misturar o açúcar ou adoçante e servir-se imediatamente

Geleia de Grumixama:

Ingredientes:

  • Meio quilo da polpa de grumixama;
  • Suco de 1 limão.

Modo de Preparo:

  • Para fazer a geleia de grumixama você precisará de meio quilo da polpa da fruta (é preciso tirar as sementes antes de começar a cozinhar) e 100 gramas de açúcar, para dar o ponto.
  • Quando estiver quase pronta, acrescente o suco de 1 limão.
  • A melhor geleia é feita com a grumixama preta, que é muito mais doce do que as variedades de fruta amarela ou vermelha.
  • Caso as frutas estejam bem maduras, você poderá dispensar o uso de açúcar, desde que cozinhe sempre em fogo bem baixo, e mexendo constantemente.
  • A geleia feita sem açúcar tem menor tempo de duração do que a outra.

Contraindicações da Grumixama:

Não foram encontradas referências de contraindicações a respeito do consumo. No entanto, o segredo de uma alimentação balanceada é o equilíbrio, por isso, evite o excesso.

Efeitos Colaterais da Grumixama:

O consumo exagerado podem aparecer problemas digestivos: este efeito colateral é causada pelos hidratos de carbono de cadeia curta, em que o grumixama é rico e que algumas pessoas não são capazes de digerir, causando inchaço, gases, cólicas estomacais, diarreia ou constipação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ilama – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

Jambo – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais