Kumquat – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

De nome científico Fortunella, o kumquat é uma fruta cítrica que lembra uma laranja pequena e ovalada. Eles crescem em árvores e podem ser muito amargos se não estiverem maduros. É a única fruta cítrica que pode ser comida inteira – com casca e tudo. Embora os kumquats tenham o mesmo sabor de outras frutas cítricas, eles são diferenciados de uma forma que podem ser consumidos completamente, incluindo a casca. Então, para saber um pouco mais sobre o Kumquat continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre esse incrível fruto. Vamos lá?!

Origem do Kumquat:

O kumquat é nativa do sul da Ásia e da região da Ásia-Pacífico. A referência histórica mais antiga a kumquats aparece na literatura da China no século 12. Eles são cultivados há muito tempo na Índia , no Japão , em Taiwan, nas Filipinas e no sudeste da Ásia. Eles foram introduzidos na Europa em 1846 por Robert Fortune, colecionador da London Horticultural Society, e logo depois na América do Norte.

kumquat

Valor Nutricional do kumquat:

A tabela a seguir traz a informação nutricional para 100 g:

Nutrientes VALOR NUTRICIONAL PORCENTAGEM DE RDA
Calorias 71 kcal 3,5%
Carboidratos 15,90 g 12%
Proteínas 1,88 g 3%
Gordura total 0,86 g 4%
Colesterol 0 mg 0%
Fibra dietética 6,5 g 17%
VITAMINAS
Folatos 17 µg 4%
Niacina 0,429 mg 2,5%
Ácido pantotênico 0,208 mg 4%
Piridoxina 0,036 mg 3%
Riboflavina 0,090 mg 7%
Tiamina 0,037 mg 3%
Vitamina A 290 UI 10%
Vitamina C 43,9 mg 73%
Vitamina E 0,15 mg 1%
ELETRÓLITOS
Sódio 10 mg 0,5%
Potássio 186 mg 4%
MINERAIS
Cálcio 62 mg 6%
Cobre 0,095 mg 10%
Ferro 0,86 mg 11%
Magnésio 20 mg 5%
Manganês 0,135 mg 6%
Selênio 0,0 mcg 0%
Zinco 0,17 mg 1%
FITO-NUTRIENTES
Caroteno-ß 0 µg
Caroteno-α 155 µg
Criptoxantina-ß / td> 193 µg
Luteína-zeaxantina / td> 129 µg

Agora que já conhecemos os nutrientes, conheça também os benefícios para a saúde.

Benefícios do Kumquat:

Se consumida in natura, o kumquat mantém os seguintes benefícios:

Combater o Câncer:

O kumquat é repleto de flavonoides, que podem ajudar a impedir o desenvolvimento de células cancerígenas. Na verdade, o kumquat contém diferentes tipos de flavonoides incluindo luteína, taninos e carotenoides.

Acelerar o Emagrecer:

O kumquat não possuem sódio e nem gordura elas são uma excelente opção de lanche quando você está tentando emagrecer. Elas são nutritivas e ótima fonte energética e praticamente sem calorias.

Melhorar a Saúde da Pele:

a fantástica combinação de antioxidantes, vitaminas e minerais que são encontrados em kumquat faz dessa fruta um excelente alimento para manter a pele saudável. Elas protegem a pele do sol e também pode ajudar a retardar o aparecimento das rugas.

Combater o Resfriado:

se você está se sentindo fraco e com dores no corpo por conta de um resfriado, consumir kumquat pode te proporcionar algum alívio. A fruta tem uma ação descongestionante natural e ele irá aliviar uma dor de garganta também.

Prevenir Pedras nos Rins:

A alta concentração de ácido cítrico nessas frutas mantém os rins saudáveis e ajuda a evitar a formação das pedras.

Fortalecer a Saúde Óssea: 

Comer esta fruta irá ajudar a manter os ossos e dentes fortes e saudáveis. Ela também pode parar o desenvolvimento de doença óssea degenerativa, quando ficar mais velho.

Rica em Fibra e Proteína Dietética:

Comer esta fruta irá fornecer-lhe uma grande fonte de fibras e proteínas na dieta, o que pode ajudar a regular seu sistema digestivo e ajudar a evitar excessos, contribuindo assim para você ficar em forma.

Contêm ácidos graxos ômega 3 e ômega 6:

A adição de kumquat na sua dieta também vai te fornecer uma fonte de Omega-3 e ácidos graxos ômega-6, que são necessários para manter um sistema cardiovascular saudável e prevenir acidentes vasculares cerebrais.

Rico em Minerais

O kumquat é excelente fonte de minerais que você precisa para ter um coração saudável e um sistema circulatório saudável. A fruta é uma boa fonte de ferro, magnésio, cálcio e potássio o que ajudará a manter um coração saudável e pressão arterial estável.

Como Consumir o Kumquat:

Além de poder ser consumida ao natural, o kumquat pode ser ingrediente para a preparação de conservas, compotas, sobremesas, geleias e coquetéis. Confira a seguir como consumir esta pequena fruta:

Pegue um kumquat. Você pode colher em uma árvore, comprar na feira ou procurar em algum mercado. Diferente de várias frutas, a época do kumquat é no inverno. Quando for procurar o kumquat perfeito, encontre um bem redondo e brilhante, sem nenhuma mancha verde. A casca deve ser firme, bonita e sem machucados.

Lave-o bem. Não importa onde você achou, você deve lavá-lo muito bem, principalmente se planeja comer a casca.

Prepare o kumquat. Apesar de a casca ser comestível, você pode tirá-la como a de uma tangerina, com os dedos, ou mesmo usar uma faca para descascar ou cortar a fruta ao meio. O kumquat tem sementes, então, se você for descascá-lo, pode retirá-las com as mãos.

Coma o kumquat. Se você já tiver descascado, segure a polpa com a boca e sugue-a. Você também pode morder o interior todo e cuspir as sementes, ou dar pequenas mordidas, tomando o cuidado de não engolir sementes. Se não tiver descascado, morda com a casca mesmo, como se fosse uma uva grande – lembre-se de tomar cuidado com as sementes.
Você também pode mergulhar o kumquat no açúcar se preferir um sabor mais doce.

Contraindicações:

Não foram encontradas referências de contraindicações a respeito do consumo. No entanto, o segredo de uma alimentação balanceada é o equilíbrio, por isso, evite o excesso.

Efeitos Colaterais:

Esta fruta não oferece nenhum efeito colateral, no entanto o grande consumo de kumquat ou seu extrato pode levar a distúrbios renais e outros sintomas. Pessoas alérgicas a alimentos cítricos podem mostrar alergias devido à presença de proteína de perfil presente nesta fruta e outros alimentos cítricos.

One Comment

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ugli – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

Guaraná – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais