Macadâmia – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

De nome científico: Macadamia integrifolia, a macadâmia é o nome dado à noz e ao fruto como um todo de árvores nativas de florestas da Austrália (esse fruto é constituído por um revestimento de cor verde, cujo interior contém a noz, de casca marrom com uma amêndoa creme). A macadâmia é um tipo de noz muito saborosa, rica em gorduras monoinsaturadas com alto teor de fibras e de vitamina B1, que quando consumida com moderação ajuda a baixar os níveis de colesterol no organismo. Este é um fruto bastante nutritivo e calórico, pois 1 xícara de macadâmia contém aproximadamente 1.000 calorias. Além disso, ele apresenta propriedades antioxidantes que ajudam a combater o envelhecimento. Então, para saber um pouco mais sobre a macadâmia continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre esse incrível fruto. Vamos lá?!

Origem da Macadâmia:

A macadâmia esta contida com um revestimento de sementes duras que é colocado em uma casca verde. Mais tarde, ela se abre quando a noz amadurece. Embora a macadâmia seja provavelmente mais conhecida como vinda do Havaí, você sabia que duas mudas foram plantadas em 1800 no campus de Berkeley, na Universidade da Califórnia, que ainda estão de pé hoje? É verdade! No entanto, a macadâmia é na verdade nativa da Austrália.

A noz de macadâmia tem um miolo branco cremoso composto por 65% a 75% de óleo e 6% a 8% de açúcar. Ao assar, torna-se mais consistente na cor e na textura. Alguns casacos de sementes são lisos, e alguns são mais ásperos e irregulares. Ao mesmo tempo, alguns são mais adequados para a horta, enquanto outros são mais adequados para a produção comercial.

Você pode ter ouvido falar da macadâmia também chamada mauna loa. Mauna Loa é na verdade o maior vulcão do mundo localizado no Havaí, e Mauna Loa, agora uma marca, tornou-se uma das primeiras plantações de macadâmia que foi desenvolvida no Havaí.

Além de serem chamadas de macadâmia, essas nozes também são comumente conhecidas como nozes australianas e nozes de Queensland. Muitas espécies são venenosas – no entanto, existem duas espécies comestíveis. Uma é a macadâmia ou macadâmia integrifolia de casca lisa, e a outra é a macadâmia com casca rugosa ou a M. tetraphylla.

Crescendo perto de riachos e margens de rios nas florestas tropicais, macadamia integrifolia é nativa do sudeste de Queensland, enquanto a M. tetraphylla é nativa do sudeste de Queensland, bem como no nordeste de New South Wales. No ponto em que as duas espécies se encontram, existem tipos que parecem híbridos naturais.

A macadâmia chegou ao Havaí por volta de 1881, usada principalmente como ornamento e como reflorestamento. Em 1948, a Estação de Experimentos Agrícolas do Havaí nomeou e introduziu várias seleções promissoras, levando à moderna indústria de macadâmia pela qual o Havaí é famoso. O Havaí trouxe a macadâmia para a Califórnia em meados dos anos 1900. A Austrália, a África do Sul e a América Central também dependem do valor da macadâmia. As macadâmias preferem um clima ameno e sem geadas com muita chuva, semelhante a como os grãos de café crescem melhor.

Macadâmia

Valor Nutricional da Macadâmia:

A macadâmia é uma rica fonte de vitamina A, ferro, Proteínas, tiamina, riboflavina, niacina e folatos. Eles também contêm quantidades moderadas de zinco, cobre, cálcio, fósforo, potássio e magnésio. macadâmia contém antioxidantes como polifenóis, aminoácidos, flavonas e selênio. Também é uma boa fonte de carboidratos como sacarose, frutose, glicose, maltose e alguns carboidratos à base de amido.

Nutrientes Unidade Valor por 100,0 g 1,0 copo, inteiro ou meio 134g 1,0 oz (10-12 kernels) 28,35g
PROXIMATES
Água g 1,36 1,82 0,39
Calorias kcal 718 962 204
Proteínas g 7,91 10,60 2,24
Lipídio total (gordura) g 75,77 101,53 21,48
Carboidratos, por diferença g 13,82 18,52 3,92
Fibras, dieta total g 8,6 11,5 2,4
Açúcares, total g 4,57 6,12 1,30
MINERAIS
Cálcio, Ca mg 85 114 24
Ferro, Fe mg 3,69 4,94 1,05
Magnésio, Mg mg 130 174 37
Fósforo, P mg 188 252 53
Potássio, K mg 368 493 104
Sódio, Na mg 5 7 1
Zinco, zn mg 1,30 1,74 0,37
VITAMINAS
Vitamina C, ácido ascórbico total mg 1,2 1,6 0,3
Tiamina mg 1,195 1,601 0,339
Riboflavina mg 0,162 0,217 0,046
Niacina mg 2,473 3,314 0,701
Vitamina B6 mg 0,275 0,368 0,078
Folato, DFE µg 11 15 3
Vitamina b12 µg 0,00 0,00 0,00
Vitamina A, RAE µg 0 0 0
Vitamina A, UI IU 0 0 0
Vitamina E (alfa-tocoferol) mg 0,54 0,72 0,15
Vitamina D (D2 + D3) µg 0,0 0,0 0,0
Vitamina D IU 0 0 0
LIPÍDIOS
Ácidos graxos saturados totais g 12,061 16,162 3,419
Ácidos graxos, monoinsaturados totais g 58,877 78,895 16,692
Ácidos gordos polinsaturados g 1.502 2,013 0,426
Colesterol mg 0 0 0
OUTROS
Cafeína mg 0 0 0

 

Estes nutrientes tornam a macadâmia saudável. Mas o que queremos dizer com saudável? Difícil de explicar até vermos os benefícios. Agora que já conhecemos os nutrientes da macadâmia, conheça também os benefícios para a saúde.

nozes de macadâmia

Benefícios da Macadâmia:

Confira aqui alguns dos melhores benefícios da macadâmia:

Melhora os Níveis de Açúcar no Sangue:

Nozes, em geral, são conhecidos por aliviar o impacto de certos problemas de saúde que acompanham o diabetes. Essa afirmação é mais comprovada por um estudo canadense – que fala sobre como nozes (incluindo nozes de macadâmia) podem melhorar o controle glicêmico em pacientes com diabetes tipo 2.

As nozes de macadâmia têm um perfil único de macro e micronutrientes e outros compostos bioativos que ajudam a melhorar os níveis de açúcar no sangue e a combater os efeitos nocivos do diabetes. Outro relatório sugere que, embora as nozes de macadâmia tenham gorduras, elas podem ser consumidas durante o diabetes. Como essas nozes contêm ácidos graxos monoinsaturados, ajudam a diminuir o colesterol ruim.

Ajuda na Perda de Peso:

Não há razão para você não perder peso se seguir a dieta correta e movimentar seu corpo o suficiente. Falar sobre a dieta certa, incluindo nozes de macadâmia em sua dieta é uma maneira de fazer isso.

As nozes de macadâmia são pobres em carboidratos (1 grama de nozes oferece 4 gramas de carboidratos), mas elas são ligeiramente mais altas em calorias (1 grama de nozes contém cerca de 205 calorias).

Outra razão é o teor de fibras. As nozes são boas fontes de fibra, e ter algumas a cada manhã com café da manhã pode manter suas dores de fome na baía.

Apenas uma dica rápida – no caso de você querer ganhar peso de forma saudável, nozes de macadâmia são os melhores. Uma vez que ela têm mais calorias em uma 28.35 g (que vêm principalmente das gorduras monoinsaturadas saudáveis), eles podem contribuir para um ganho de peso saudável.

Estudos também mostraram que a noz de macadâmia pode ajudar a prevenir a obesidade abdominal, que é um dos quatro fatores que levam à síndrome metabólica. Outra forma de perder peso é com o Projeto Fit 60D:

Melhora a Saúde Intestinal:

Ah, a propósito, as nozes contêm fibras solúveis e insolúveis – elas liberam as toxinas do corpo e também ajudam na digestão. As nozes são particularmente ricas em cobre que suportam as reações enzimáticas que melhoram a saúde digestiva.

Mas cuide de onde você compra suas nozes de macadâmia – como fontes recentes falam dos crescentes níveis de salmonela em nozes (macadâmia, inclusive) que podem levar a problemas como diarreia e cólicas abdominais.

Alivia a Inflamação:

Um estudo sugere que o consumo de nozes de macadâmia pode ajudar a aliviar a inflamação, que pode causar doença cardíaca coronária. Outro estudo fala sobre a eficácia do óleo de macadâmia no tratamento da inflamação.

As nozes de macadâmia também são boas fontes de ácido alfa-linolênico, um tipo de ácido graxo ômega-3 anti-inflamatório que ajuda a tratar a inflamação e previne a artrite subsequente.

Melhora a Saúde do Cérebro:

Outro componente importante das nozes de macadâmia que merece atenção é o ácido oleico – que é a mesma gordura saudável encontrada no azeite de oliva. Este ácido mantém a pressão arterial baixa e previne o acidente vascular cerebral, preservando assim a saúde do cérebro.

Outro ácido nas nozes é o ácido palmitoleico, que também é um componente importante da mielina (a mielina é uma camada gordurosa que protege as células nervosas do cérebro).

Alguns outros nutrientes da macadâmia são o cobre, a vitamina B1, o manganês e o magnésio – que ajudam na produção de neurotransmissores saudáveis.

Além disso, o ômega-9 que contém estas nozes ajuda a melhorar o humor. O ácido graxo pode até melhorar a memória e prevenir várias doenças neurológicas. Um estudo fala sobre a importância do ômega-9 na prevenção da doença de Alzheimer.

Melhora a Saúde Óssea:

As nozes de macadâmia são boas fontes de cálcio, magnésio e potássio – os três minerais que ajudam a prevenir a desmineralização óssea. E eles são baixos em sódio também, o que só torna as coisas melhores. O fósforo nas nozes promove a mineralização dos dentes e ossos.

E se você conhece alguém que sofre de doença renal, aqui estão algumas boas notícias. A doença renal pode afetar a capacidade do organismo de absorver cálcio e manganês, levando a doenças ósseas. Mas o manganês encontrado nas nozes de macadâmia pode impedir que isso aconteça.  Outra forma de melhorar a saúde óssea é com o chá dor nos ossos:

Ajuda no Tratamento da Anemia:

A macadâmia contém alguma quantidade de ferro, e isso pode ajudar a tratar a anemia e até mesmo prevenir a doença. No entanto, aconselhamos a inclusão de outros alimentos ricos em ferro, como espinafre em sua dieta. Além disso, incluir vitamina C em sua dieta pode melhorar a absorção de ferro e ajudar a prevenir a anemia.

Acelera o Metabolismo:

Os ácidos graxos monoinsaturados da macadâmia podem acelerar o metabolismo da gordura. O consumo de nozes, em geral, tem sido associado a um risco reduzido de síndrome metabólica.

Alivia o Estresse:

Estudos mostraram que nozes (incluindo nozes de macadâmia) podem ajudar a aliviar o estresse oxidativo em indivíduos. E essas nozes também são carregadas com antioxidantes – que ajudam a combater o estresse também. Isso ocorre porque os antioxidantes combatem os radicais livres, cujos altos níveis podem levar ao estresse oxidativo e ao aumento do risco de doenças.

As nozes de macadâmia também contêm proteínas de alta qualidade, embora apenas em pequena quantidade. A pesquisa diz que um punhado de nozes de macadâmia, devido ao seu conteúdo de Proteína de alta qualidade, pode manter os níveis de açúcar no sangue sob controle e fornecer um fluxo constante de energia e humor aprimorados.

Melhora a Saúde da Pele:

Os ácidos graxos essenciais em nozes de macadâmia desempenham um papel na saúde da pele, e isso é particularmente verdadeiro com o óleo de macadâmia. O ácido palmitoleico nas nozes é outro ácido graxo essencial que hidrata a pele, promove a cicatrização da pele e suporta a saúde das membranas celulares.

Aplicar o óleo à sua pele pode torná-lo um brilho jovem. Embora seja grosso, é absorvido pela pele facilmente. É importante notar que há uma certa quantidade de ácido palmitoleico que ocorre naturalmente em nossa pele – o que diminui com a idade. A aplicação deste óleo de castanha pode reabastecer a pele com o ácido essencial.

O ácido palmitoleico também ajuda a retardar o envelhecimento da pele. Impede o início precoce dos sinais de envelhecimento, como rugas e manchas da idade.

Fortalece o Cabelo:

O ácido palmitoleico, mais uma vez, vem para o resgate aqui. Trata cabelos secos e fortalece as raízes do cabelo. Massagear seu cabelo regularmente com óleo de macadâmia faz brilhar, estimula o crescimento do cabelo e reconstrói a elasticidade do cabelo.

O óleo de amendoim também evita a quebra do cabelo, penetrando no couro cabeludo e melhorando a força dos folículos pilosos. O óleo também controla o frizz. Também hidrata o cabelo.

A indicação ideal de consumo para os benefícios é de 20 gramas ao dia, aproximadamente duas unidades – que contêm aproximadamente 120 calorias, sem comprometer a dieta. Pode ser usada ainda na fabricação de bolos, pães e outras receitas.

noz de macadâmia

Como Consumir a Macadâmia:

A macadâmia pode ser utilizada de diversas maneiras. O óleo pode ser utilizado em saladas, embora não seja o mais usual.

Ela também pode ser utilizada na produção de bolos, pães, tortas doces, geleias, manteiga de macadâmia, brownies e até mesmo sorvetes. Ou, se preferir, consumir in natura. Formas de consumir a macadâmia:

Brownie de Macadâmia:

Ingredientes:

  • 250 g de chocolate meio amargo;
  • 200 g de Margarina Delícia;
  • 4 ovos;
  • 1/2 xícara de farinha de trigo;
  • 1 e 1/2 xícara de açúcar;
  • 100 g de macadâmia triturada rapidamente.

Modo de Preparo:

  • Derreta o chocolate junto com a margarina em banho-maria e reserve
  • Bata os ovos com o açúcar no batedor de mão e acrescente ao chocolate derretido
  • Adicione a farinha e continue batendo à mão
  • Acrescente a macadâmia e pronto: coloque em uma forma untada de margarina e farinha e leve ao forno a 180º C por 40 minutos
  • Sirva quente com sorvete ou frio mesmo

Sorvete de Macadâmia:

Ingredientes: Ingredientes do crocante:

  • 1 xícara e ½ de macadâmia sem sal
  • 1 xícara de ½ de açúcar
  • Papel alumínio

Ingredientes: Ingredientes da massa:

  • 2 xícaras e ½ de leite integral
  • 1 lata de leite condensado
  • 3 ovos (separar a gema da clara)
  • Baunilha a gosto
  • 3 colheres de açúcar

Modo de Preparo: Modo de Preparo do crocante:

  • Derreta o açúcar no fogo baixo até virar líquido
  • Acrescente a macadâmia, misture bem e tire do fogo
  • Coloque o papel alumínio em uma bancada de mármore, e coloque a calda no papel
  • Ponha no freezer por alguns minutos para esfriar mais rápido, ou se preferir deixe esfriar naturalmente

Modo de Preparo: Modo de Preparo da Massa:

  • Misture o leite integral, o leite condensado, as gemas e a baunilha
  • Leve a panela no fogo baixo, mexendo até engrossar, mas não deixe o leite ferver
  • Tire do fogo e reserve
  • Bata as claras em neve com o açúcar
  • Acrescente as claras em neve a panela

Cookies de Chocolate e Macadâmia:

Ingredientes: Rende: 12 porções

  • 115 g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
  • 85 g de açúcar mascavo claro
  • ½ colher (chá) de baunilha
  • 1 ovo, batido
  • 85 g de farinha de trigo com fermento
  • 55 g de farinha de trigo integral com fermento
  • 20 g de cacau em pó
  • ¼ de colher (chá) de fermento em pó
  • ¼ de colher (chá) de sal
  • 115 g de chocolate amargo de boa qualidade (com pelo menos 70% de cacau), picado grosseiramente
  • 55 g de macadâmias, picadas grosseiramente
  • 3 colheres (sopa) de leite semidesnatado

Modo de Preparo: Preparo:20mins › Cozimento: 15mins › Pronto em:35mins

  • Preaqueça o forno a 190ºC. Forre dois tabuleiros com papel-manteiga.
  • Numa tigela grande, bata a manteiga com o açúcar e o a baunilha até obter uma mistura clara e fofa.
  • Acrescente o ovo e continue batendo.
  • Peneire sobre a massa as farinhas de trigo branca e integral, o cacau em pó, o fermento e o sal, e adicione o farelo que possa ter ficado na peneira.
  • Junte o chocolate, as macadâmias e o leite, misturando tudo.
  • Com uma colher de sopa, disponha porções da massa nos tabuleiros já preparados, deixando espaço entre os biscoitos para que cresçam durante o cozimento.
  • Achate um pouco os biscoitos com o dorso de um garfo e leve-os ao forno por cerca de 15 minutos.
  • Deixe-os esfriar por alguns minutos ainda no tabuleiro e depois transfira-os para uma grade.
  • Sirva-os ainda mornos ou deixe-os esfriar completamente.
  • Estes biscoitos se conservam por até 5 dias num recipiente hermético.

Contraindicações da Macadâmia:

Como a macadâmia é um alérgeno em potencial, não devemos consumi-la excessivamente. Não importa se não apresentamos um quadro alérgico antes de seu consumo, da mesma forma, se o consumimos sem medida, podemos sofrer problemas em nosso organismo. Os problemas que poderíamos desenvolver devido ao consumo excessivo de nozes de macadâmia são:

  • Obesidade.
  • Reações cutâneas, como eczema e inflamação.
  • Diarréia e problemas digestivos.
  • Náusea e vômito
  • Inchaço na garganta e / ou boca
  • Reações alérgicas em geral (coceira, inflamação, problemas respiratórios).

Portanto, não devemos exceder o consumo diário da macadâmia, o mais recomendado é um punhado e mesmo se eles são nossos frutos favoritos, não devemos consumi-los como se não houvesse amanhã, porque vamos saturar o nosso corpo e sofrer as conseqüências.

Efeitos Colaterais da Macadâmia:

As nozes são em grande parte seguras e os efeitos colaterais são raros. Mas o excesso de ingestão pode causar alergias e pressão alta.

  • Alergias: Alergias de pele como erupções cutâneas e outras alergias como tosse podem ser uma causa da ingestão excessiva de nozes de macadâmia.
  • Pressão sanguínea: Caso as nozes que você comprou sejam salgadas, elas podem elevar seus níveis de pressão arterial. Portanto, escolha a variedade sem sal (e também sem açúcar).
  • Problemas gastrointestinais: Dado que são boas fontes de fibra, ter muitas delas pode causar problemas gastrointestinais, como diarreia, gases e inchaço.
  • Problemas em mulheres grávidas e amamentando: As nozes de macadâmia são seguras quando tomadas em quantidades normais. Não sabemos o que acontecerá se forem tomadas em excesso. Portanto, atenha-se a quantidades normais.

Não tente quebrá-los com os dentes. Isso é tudo que pedimos a você. E conte-nos como esse post mudou sua vida. Ou espere, diga-nos o que você gostou. Você pode deixar um comentário abaixo.

Goji Berry – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

Seriguela – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais