Essa é a Pílula do Dia Seguinte que Meu Médico Indica Para não Engravidar

Não usou camisinha e teve uma relação de risco? a Diad (conhecida como DIA D) é uma da melhor pílula do dia seguinte utilizada em caso de emergência para evitar a gravidez, após contato intimo sem preservativo, ou quando há suspeita de falha do método anticoncepcional rotineiramente utilizado. É importante salientar que este remédio não é abortivo nem protege contra doenças sexualmente transmissíveis.

O Diad é um medicamento que tem como substância ativa o Levonorgestrel, e para que o remédio possa agir com eficácia, deve ser ingerido o mais cedo possível, até no máximo de 72 horas após o contato íntimo desprotegido. Este remédio é um método de emergência, logo o Diad não deve ser utilizado com frequência, pois pode causar efeitos colaterais, devido a sua alta concentração de hormônio.

Este remédio pode ser obtido em farmácias com um preço médio de 17 reais.

Como tomar:

O primeiro comprimido de Diad deve ser administrado o mais breve possível após a relação sexual, não ultrapassando 72 horas, pois ocorre diminuição da eficácia quando há demora para o início do tratamento. O segundo comprimido deve ser tomado sempre 12 horas após o primeiro. Se ocorrer vômito dentro de 2 horas após a ingestão do comprimido, deve-se repetir a dose.

Possíveis efeitos colaterais:

Os principais efeitos colaterais que podem ocorrer com este medicamento são dor abdominal inferior, dores de cabeça, tontura, cansaço, náuseas e vômito, alteração no ciclo menstrual, sensibilidade nos seios e sangramento irregular.

Quem não deve usar:

A pilula de emergência não pode ser usada em gravidez confirmada ou mulheres em fase de lactação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Corrimento Vaginal? Eu Usei Apenas Isso Para Acabar com o Meu!

5 Minutos Para Clarear as Axilas e Virilhas em Casa