Tudo Sobre a Origem da Maçã!

Neste artigo, vamos ver juntos um dos frutos mais saudáveis ​​que existe no mundo. Tem sido considerado por muitos médicos como a fruta mais saudável. Estamos falando da maçã. Hoje iremos falar sobre sua origem(Origem da Maçã) e outros ponto interessante.

A maçã é uma fruta crocante , e pode ter muitas variedades, fazendo-nos encontrar maçãs de todas as cores. Sendo o fruto da árvore Manzano, cujo nome científico é Malus Domestica, esta é uma árvore da família Rosaceae.

Com um sabor doce e refrescante, torna a maçã um fruto espetacular. A maçã foi cultivada em regiões temperadas e é uma das frutas de árvores mais cultivadas do mundo. Existem mais de 6.000 variedades, e a maioria é cultivada na Grã-Bretanha e o restante em outras partes do mundo. Dessa enorme quantidade de variedades de maçã, apenas 12 a 14 variedades são vendidas nos supermercados do mundo.

Origem da Maçã:

As macieiras cresceram selvagens na Ásia Central e no oeste da China, possivelmente começando história da maçã cerca de 2 a 10 milhões de anos atrás, na época em que os primeiros humanos estavam evoluindo. As maçãs estão relacionadas com rosas, bagas, pêssegos, amêndoas e muitas outras fruteiras. No entanto, as maçãs estavam entre as primeiras plantas que as pessoas plantaram de propósito. No ano 2000 aC, as pessoas comeram maçãs na Grécia e na Itália e, por volta de 1300 aC, havia algumas macieiras no Egito.

Antes de os romanos chegarem à Inglaterra, também havia maçãs lá. A maioria das pessoas não cultiva maçãs na África ou na Índia, porque elas estão muito próximas do equador para que as maçãs cresçam bem.

As maçãs precisam de noites frias para amadurecer bem . Para as pessoas antigas e medievais, a melhor coisa sobre maçãs era que no inverno as maçãs ainda amadureciam, já que naquela época nada crescia e a comida era escassa.

As pessoas cortavam maçãs, secavam-nas ao sol para fazer maçãs secas e armazenavam-nas em recipientes subterrâneos, como maçãs inteiras. Mas acima de tudo, eles fizeram sidra, pressionando as maçãs em prensas de madeira.

A sidra de maçã era a principal bebida alcoólica para muitas pessoas no norte da Europa. Quando os espanhóis e, em seguida, os ingleses chegaram à América do Norte, ambos trouxeram maçãs com eles em 1600 dC, para produzir sidra de maçã.

Ao longo da costa leste e no noroeste do Pacífico, a sidra de maçã foi novamente a principal bebida de muitas pessoas até que a proibição colocou os jardins de sidra fora dos negócios nos anos 1920.

Variedades de Maçã:

Como mencionado anteriormente, a maçã possui mais de 6.000 variedades diferentes. Mas apesar dessa grande quantidade de maçãs, apenas um pouco mais de uma dúzia é vendida em supermercados. Tais como:

MAÇÃ MCLNTOSH:

MAÇÃ MCLNTOSH

Origem da Maçã McIntosh: A maçã McIntosh,  Red McIntosh ou somente McIntosh é um tipo de maçã originalmente cultivada no leste do Canadá e na Nova Inglaterra. Em 1796, Ontário, Canadá, John McIntosh descobriu aproximadamente 20 jovens macieiras enquanto limpava um terreno, ele transplantou as árvores para um local perto da sua casa, porém em 1830 apenas uma árvore estava viva. John combinou seu sobrenome com a cor da fruta, e a chamou de “McIntosh Red”.

Desde o momento em que as árvores foram transplantadas elas produziram saborosas frutas. Em 1893, a casa dos McIntosh pegou fogo, e a macieira que estava a 5 metros da casa queimou apenas de um lado. Contudo, o lado saudável da árvore continuou a dar maçãs até 1908.

Felizmente, logo em 1836, o filho de John, Allan McIntosh, começou a enxertar partes da árvore para que ela pudesse ser cultivada em outros lugares por outros agricultores. Graças aos esforços do McIntosh e sua família para propagar recortes da árvore original (sementes não produzem os mesmos frutos), a “McIntosh Red” agora vive em toda a América do Norte e em todo o mundo.

Também se origina dela o nome dos computadores pessoais da Apple Inc., os Macintosh. Esta maçã está normalmente disponível de setembro a maio.

MAÇÃ AMBROSIA:

MAÇÃ AMBROSIA

Origem da Maçã Ambrosia: Essas maçãs foram descobertas na Colúmbia Britânica, no Canadá, por meio de uma muda selecionada. Elas receberam o nome de Ambrosia, que significa “Comida dos deuses”, pois elas são muito belas, com sua pele rosa quase florescente e formato cônico. Além disso, elas possuem um suco doce que lembra o sabor de mel e um aroma muito distinto.

MAÇÃ ARKANSAS BLACK:

MAÇÃ ARKANSAS BLACK

Origem da Maçã Arkansas Black: A fruta é originária do estado de Arkansas, nos EUA. Sua principal diferença o com relação às outras maçãs é a cor de sua pele, em tom de vinho. A casca da Arkansas Black fica mais escura conforme ela amadurece. Quando estão frescas, as maçãs desse tipo são azedinhas e saborosas. Bem armazenadas, elas podem durar até 6 meses.

MAÇÃ BRAEBURN:

MAÇÃ BRAEBURN

Origem da Maçã Braeburn: Essa espécie de maçã é uma das mais tradicionais no mercado, tendo origem na Nova Zelândia. Sua casca é facilmente identificável, pois apresenta uma série de listras laranjas e vermelhas em um fundo verde ou amarelo. Além disso, elas possuem um sabor um tanto doce e picante.

MAÇÃ BLANC D’HIVER:

MAÇÃ BLANC D'HIVER

Origem da Maçã Calville Blanc d’Hiver: Originárias da França, as Calville Blanc d’Hiver são consideradas as melhores maçãs para o preparo de sobremesas. Entretanto, elas não possuem uma aparência nada bonita, com diversos caroços e um formato bastante disforme. A casca é verde com alguns toques de vermelho – quando estão novas, elas possuem uma coloração mais amarelada.

Um pouco azedas, elas não são boas de se comer cruas. Em geral, elas são mais utilizadas para o preparo da clássica sobremesa francesa Tarte Tatin.

MAÇÃ CAMEO:

MAÇÃ CAMEO

Origem da Maçã Cameo: Essa espécie de maçã foi desenvolvida em Washington, EUA, sendo relativamente nova no mercado. Ela é muito semelhante à maçã Argentina (Red Delicious), embora não possua a mesma rica cor vermelha. Em geral, elas são suculentas e se costuma comê-las frescas.

MAÇÃ FUJI:

MAÇÃ FUJI

Origem da Maçã Fuji: As maçãs Fuji, como o próprio nome sugere, são originárias do Japão, e foram nomeadas em homenagem ao Monte Fuji. Elas são facilmente encontradas no Brasil e possuem um tamanho bem avantajado. Sua coloração é vermelha-clara com toques de amarelo. No quesito sabor, as Fuji são adocicadas e não muito ácidas.

Com uma casca mais grossa, elas não ficam moles facilmente e podem ser utilizadas em diferentes tipos de prato, pois não perdem a forma.

MAÇÃ GALA:

MAÇÃ GALA

Origem da Maçã Gala: Essa variedade foi descoberta no Canadá e é considerada uma das melhores opções para comer direto do pé. As maçãs Gala são pequenas e têm uma casca bem fina. Sua base é vermelha e possui algumas misturas de verde e amarelo. No quesito sabor, elas possuem um leve toque de baunilha. Embora a Gala seja muito boa para comer sozinhas, ela também é excelente para usar em saladas e molhos.

MAÇÃ ARGENTINA (RED DELICIOUS):

Maçã RED DELICIOUS

Origem da Maçã Argentina (Red Delicious): Essas maçãs originárias do Peru e do Iowa são uma das mais conhecidas e cultivadas em toda a América. Embora a Red Delicious pareça saborosa, seu gosto é um tanto ameno, semelhante ao de um melão. Outro ponto negativo dessa maçã é que sua pele é amarga, tornando-a difícil de engolir. Porém, elas ficam deliciosas em saladas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Os 6 Principais Malefícios do Caju!

Tudo Sobre os Nutrientes da Maçã!