Urticária ao Frio: Tratamentos, O que é, Causas e Sintomas

Urticária ao frio é uma reação na pele causada pelo frio que ocorre minutos depois de ter sido exposto ao frio. A pele afetada tem inchaços avermelhados e coceira (urticária).

Pessoas com urticária ao frio têm sintomas muito diferentes. Alguns têm reações leves ao frio, enquanto outros têm reações graves. Em algumas pessoas com essa condição, nadar em água fria pode causar pressão arterial muito baixa, desmaio ou choque.

A urticária ao frio ocorre, mais comumente, em adultos jovens. Se você acha que tem essa condição, verifique com o médico. O tratamento geralmente consiste em medidas preventivas, como tomar anti-histamínicos e evitar água e ar gelados.

Urticária ao Frio

Causas

Ninguém sabe exatamente o que causa a urticária ao frio. Algumas pessoas parecem ter células da pele muito sensíveis, devido a um traço hereditário, um vírus ou uma doença. Na forma mais frequente desta condição, o frio desencadeia a liberação de histamina e outras substâncias químicas na corrente sanguínea. Esses produtos químicos causam vermelhidão, coceira e, às vezes, uma reação em todo o corpo (sistêmica).

Granulomatose com PoliangiiteLeia também: Granulomatose com Poliangiite: Tratamentos, Causas e Sintomas

Sintomas

Os sinais e sintomas da urticária ao frio podem incluir:

  • Feridas temporárias avermelhadas que causam prurido (urticária) em áreas da pele que foram expostas ao frio
  • Um agravamento da reação à medida que a pele aquece
  • Inchaço das mãos ao agarrar objetos frios
  • Inchaço dos lábios ao consumir alimentos e bebidas frias

Reações graves podem ser:

  • Uma resposta por todo o corpo (anafilaxia), que pode causar desmaios, aceleração do coração, inchaço nas extremidades ou torso e choque
  • Inchaço da língua e garganta, o que pode dificultar a respiração

Os sintomas da urticária ao frio começam logo após a pele ser exposta a uma queda repentina da temperatura ambiente ou da água fria. Tempo úmido e ventoso pode exacerbar os sintomas. Cada episódio pode durar aproximadamente duas horas.

As piores reações geralmente ocorrem com uma exposição total da pele, como nadar em água fria. Tal reação poderia causar perda de consciência e afogamento.

Púrpura de Henoch-SchönleinLeia também: Púrpura de Henoch-Schönlein: Tratamentos, Causas e Sintomas

Quando ver o Médico

Se você tiver reações na pele após ser exposto ao frio, consulte o seu médico. Mesmo que as reações sejam leves, o médico vai querer descartar uma doença oculta que possa estar causando os problemas.

Procure atendimento médico de emergência se, após uma exposição súbita ao frio, você tiver uma reação de corpo inteiro (anafilaxia) ou dificuldade para respirar.

Preparação para a consulta

É provável que você comece com uma visita ao seu médico de cuidados primários. Então, isso pode encaminhá-lo para um médico especializado em doenças de pele (dermatologista) ou especialista em alergias (alergologista-imunologista).

Preparar uma lista de perguntas para perguntar ao médico ajudará você a aproveitar ao máximo o tempo da consulta. Para urticária ao frio, algumas questões básicas são as seguintes:

  • Qual é a causa mais provável dos meus sintomas?
  • Quais são outras possíveis causas dos meus sintomas?
  • Quanto tempo dura esta urticária?
  • Que tipo de testes eu preciso fazer? Esses testes exigem alguma preparação especial?
  • Quais tratamentos estão disponíveis? Qual você recomendaria?
  • Esses tratamentos têm efeitos colaterais?
  • Existe uma alternativa genérica para a medicação que você prescreve?
  • Eu tenho outros problemas de saúde. Os tratamentos recomendados são compatíveis?
  • Você tem folhetos ou outro material impresso que você pode me levar? Quais sites você recomendaria?

O que esperar do médico

O médico provavelmente fará perguntas, como as seguintes:

  • Quando você começou a ter os sintomas?
  • Você esteve doente ultimamente?
  • Existem outras pessoas na sua família que têm sintomas semelhantes?
  • Você tomou algum medicamento novo ultimamente?
  • Você já tentou novos alimentos?
  • Você já viajou para um novo lugar?
  • Existe alguma coisa que parece melhorar os sintomas?
  • Existe algo que, aparentemente, está piorando os sintomas?

O que você pode fazer nesse meio tempo

Se você tem colmeias leves, essas dicas podem ajudar a aliviar os sintomas:

  • Evite irritar as áreas afetadas.
  • Evite tudo o que você acha que pode ter provocado a reação, como estar em um lugar ventoso ou nadar em água fria.
  • Minimiza atividades intensas, que podem liberar mais irritantes na pele.
    Use anti-histamínicos vendidos sem receita médica para ajudar a aliviar a coceira.

Tratamento

Em algumas pessoas, a urticária ao frio desaparece sozinha após algumas semanas ou meses. Em outros, dura mais tempo. Não há cura para a doença, mas o tratamento e as medidas preventivas podem ajudar.

O médico pode recomendar que você tente prevenir ou aliviar os sintomas com remédios caseiros, como tomar anti-histamínicos vendidos sem receita médica, e evitar a exposição ao frio. Se isso não ajudar, você pode precisar de medicamentos prescritos.

Alguns medicamentos prescritos para tratar a urticária ao frio são:

  • Anti-histamínicos que não causam sonolência. Se você sabe que será exposto ao frio, tome um anti-histamínico de antemão para ajudar a evitar uma reação. Alguns exemplos são loratadina (Claritin), cetirizina (Zyrtec) e desloratadina (Clarinex).
  • Omalizumab (Xolair). Este medicamento, que geralmente é prescrito para tratar a asma, tem sido usado com sucesso para tratar pessoas com urticária ao frio que não responderam a outros medicamentos.

Se você tem erupção por causa de um problema de saúde pré-existente, você provavelmente precisará de medicação ou outro tratamento para essa condição também. Se você tem um histórico de reações sistêmicas, o médico pode prescrever um auto-injetor de epinefrina que você deve levar consigo.

Prevenção

As dicas a seguir podem ajudá-lo a evitar um episódio recorrente de urticária ao frio:

  • Tome um anti-histamínico de venda livre antes da exposição ao frio.
  • Tome medicamentos como prescrito.
  • Proteja sua pele contra mudanças bruscas ou repentinas de temperatura. Se você for nadar, primeiro mergulhe a mão na água e veja se tem uma reação na pele.
  • Evite bebidas e alimentos congelados para evitar o inchaço da garganta.
  • Se o médico prescreveu um autoinjetor de epinefrina (EpiPen, Auvi-Q ou outros), leve-o consigo para ajudar a evitar reações graves.
  • Se você tiver uma cirurgia agendada, converse com o cirurgião com antecedência sobre sua erupção. A equipe cirúrgica pode tomar medidas para ajudá-lo a evitar os sintomas causados ​​pelo frio na sala de cirurgia.

Síndrome de Churg-StraussLeia também: Síndrome de Churg-Strauss: Tratamentos, Causas e Sintomas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Síndrome de Churg-Strauss: Tratamentos, Causas e Sintomas

Tumores Hipofisários: Tratamentos, Causas e Sintomas