Se Você Estiver Grávida Algum Desses 3 Sintomas Com Certeza Aparecerão!

Toda mulher tem uma percepção diferente de seu corpo e conhece as variações em sua vida. Uma mulher atenta, por exemplo, será capaz de reconhecer as pequenas mudanças que ocorrem todos os meses durante a idade fértil, e será justamente essa confiança com o próprio corpo que permite perceber e aceitar os primeiros sintomas que indicam a chegada de uma gravidez.

Nos primeiros três meses, todas as mudanças que ocorrem no corpo da mãe visam facilitar o enxerto do ovo e o ninho do embrião: em particular, na fase inicial, alguns hormônios – gonadotrofina coriônica (HCG), estrogênio e progesterona – desencadeie os mecanismos necessários para iniciar a própria gravidez e, ao mesmo tempo, induzir outras mudanças que afetem o lado emocional, em um processo lento de adaptação ao novo estado.

As características e o momento são diferentes de mulher para mulher: alguns começam a perceber os primeiros sintomas até poucos dias após a concepção, enquanto outras mulheres podem ter um início de gravidez sem sintomas.

Além disso, os sintomas podem aparecer mesmo a uma distância considerável do período perdido. Vamos dar uma visão geral dos sintomas mais comuns e generalizados, tentando classificá-los com base em sua aparência.

Possíveis Sintomas de Gravidez:

Dor abdominal:

O encontro entre o óvulo e o espermatozoide ocorre na tuba uterina (uma parte oca do sistema reprodutor feminino), de onde o embrião leva alguns dias para chegar à cavidade uterina: é aí que o óvulo fertilizado começa a se aninhar e “cavar-se” um pequeno espaço, completando o sistema em torno do vigésimo primeiro dia do ciclo.

Esta operação pode “irritar” o útero, que reagirá contraindo-se e causando pequenas dores no baixo ventre. Eles são os chamados “cãibras de implantes”, comuns a muitas mulheres, que também podem preceder a expiração menstrual e cair dentro da ampla e variada faixa dos primeiros sintomas da gravidez.

Sensibilidade Mamaria:

Entre os primeiros sintomas da gravidez estão o aumento do volume e a maior sensibilidade da mama e dos mamilos: estão entre os sintomas gravídicos mais comuns e frequentes, quase sempre presentes antes do período menstrual.

Menstruação e Perda de Sangue:

Embora possa parecer trivial, a ausência de menstruação (amenorreia) é um dos fortes sinais que podem indicar a presença de uma gravidez; no entanto, iniciar uma gravidez não exclui a presença de perda de sangue. Em alguns casos, pode haver uma leve perda de sangue no implante do embrião, com características quantitativas e qualitativas que diferem de caso para caso. Às vezes a perda é periódica e um pouco mais importante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diga adeus aos cravos em apenas 5 minutos usando isto!

É isto que eu uso para limpar o meu fígado sem ir ao médico