Granadilha – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

De nome científico Passiflora ligularis, a granadilha é uma fruta com um sabor agradável e é oferecido com grande aceitação nos mercados da nossa capital. Esta fruta tem uma aparência redonda, sua casca tem um tipo de camada protetora acolchoada no interior. Esta concha cobre e protege sua polpa gelatinosa que cobre a semente. Esta polpa é geralmente amarelo, laranja ou dourado, dependendo do seu nível de maturação. Suas sementes são encontradas em grandes quantidades dentro do granadilha e são cinza escuro ou preto. Em sua concha pequenas manchas de cor branca podem ser observadas e quando ela amadurece, sua casca ou rugas de concha. Então, para saber um pouco mais continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre a granadilha. Vamos lá?!

Origem da Granadilha:

A granadilha é nativa das montanhas andinas entre Bolívia, Venezuela e Colômbia. Ela cresce entre o sul e norte da Argentina e norte do México. Fora da sua localização natural ela cresce nas montanhas tropicais da África e Austrália (onde é conhecida simplesmente como maracujá), e agora são comuns em mercados locais da Papua-Nova Guiné, onde é conhecida como ‘sugar fruit’. A fruta tem tom variante de laranja para amarelo com pequenas marcas claras. Possui forma redonda com uma ponta que termina no tronco.

Tem entre 6,5 e 8 cm de comprimento e de 5,1 e 7 cm de diâmetro. A casca externa é dura e escorregadia, e tem estofo macio no interior para proteger as sementes, que são duras e negras, cercadas por uma esfera e gelatinosa de polpa transparente. Esta é a parte comestível da granadilha e possui sabor suave e doce, além de conter vitamina A, vitamina C e vitamina K, fósforo, ferro e cálcio. Os maiores produtores são Peru, Venezuela, Colômbia, Equador, Brasil, África do Sul e Quênia. Os maiores importadores são os Estados Unidos, Canadá, Bélgica, Países Baixos, Suíça e Espanha.

granadilha

Valor Nutricional da Granadilha:

O granadilha, além de ser uma deliciosa fruta cítrica, é uma poderosa fonte de vitaminas e outras propriedades como fósforo, ferro e potássio. De acordo com os estudos nutricionais realizados pelo USDA, cada cem gramas fornece um valor de:

Calorias  98 kcal
Carboidratos 23,38 g
Açúcares 11,20 g
Fibra alimentar 10,4 g
Gordura 0,70 g
Proteínas 2,20 g
Água 72,93 g
Retinol (vit. A) 64 μg (7%)
Tiamina (vit B1) 0 mg (0%)
Riboflavina (vit. B2) 0,130 mg (9%)
Niacina (vit. B3) 1.500 mgs (10%)
Vitamina B6 0,100 mg (8%)
Vitamina C 30,0 mg (50%)
Vitamina E 0,02 mg (0%)
Vitamina K 0,7 μg (1%)
Cálcio 12 mgs (1%)
Ferro 1,60 mg (13%)
Magnésio 29 mgs (8%)
Fósforo 68 mgs (10%)
Potássio 348 mgs (7%)
Sódio 28 mgs (2%)
Zinco 0,10 mg (1%)

É importante ressaltar que suas vitaminas contribuem para o seu poder antioxidante e também são especiais para melhorar a visão, restaurar a vida do cabelo, restaurar a maciez da pele, entre outros.

Benefícios da Granadilha:

A melhor opção para manter uma boa saúde é a nutrição adequada, incluindo frutas. É por isso que você deve conhecer os benefícios do granadilha:

Estimula o Crescimento das Crianças:

O granadilha, tem a capacidade de ativar o timo, este é o órgão responsável pela maturação da medula e do córtex profundo. Como resultado, contribui para o crescimento das crianças e seu desenvolvimento mental.

Age Como um Relaxante Natural:

Esta fruta consegue um efeito relaxante ou sedativo. Este efeito é alcançado quando se toma suco de granadilha ou infusão. Ao mesmo tempo, combate a insônia, dores de cabeça, dores menstruais, ansiedade e estabiliza os nervos.

Melhora e Previne Doenças Respiratórias:

A presença de vitamina C e outras propriedades ajudam a melhorar o sistema respiratório. Além disso, acalma a tosse e previne a bronquite.

Previne a Constipação:

A grande quantidade de fibra fornecida pelo granadilha promove o trânsito intestinal fluido. Portanto, as propriedades laxantes da granadilha tornam o assistente perfeito para a constipação. Além disso, lute contra as cólicas.

Bom Funcionamento do Sistema Digestivo:

Existem muitos benefícios e propriedades do granadilha. No entanto, um dos principais benefícios é a contribuição para o correto funcionamento do sistema digestivo. O consumo regular de maracujá controla a acidez, estimula a digestão e cura úlceras.

Tratamento Contra os Parasitas:

O consumo da granadilha pode ser o tratamento ideal para combater os parasitas, pois, estimula a expulsão dos vermes.

Diminui o Risco Cardiovascular:

a granadilha é capaz de regular a pressão arterial e controlar o ritmo cardíaco. Por outro lado, sua baixa ingestão de calorias evita artérias entupidas. Portanto, o consumo de granadilha freqüentemente diminui a possibilidade de sofrer ataques cardíacos ou outros riscos cardiovasculares.

Purifica o Sangue:

Devido às suas excelentes propriedades diuréticas e desintoxicantes, o seu consumo facilita a purificação do sangue. Da mesma forma, remove o colesterol ruim do mesmo.

Estimula a Formação de Componentes do Sangue:

Uma característica da granadilha é que acelera a formação de glóbulos vermelhos, plaquetas e glóbulos brancos. Estes são muito importantes no corpo, de modo que, ao consumi-lo, você estará menos vulnerável a infecções e vírus. Suas defesas serão fortalecidas

Mantém uma boa Saúde Ocular:

A riqueza de vitamina A contida no maracujá mantém a saúde dos olhos em condições ideais. Melhora a visão, previne a catarata e outras condições oculares.

Impede o Desenvolvimento de Câncer:

Estudos mostraram que tomar suco de granadilha impede o desenvolvimento de tumores. Especialmente controla o câncer de próstata. Portanto, é recomendável que, se você sofre de outro tipo de câncer, consulte um médico antes de consumi-lo.

Melhora as doenças Renais:

Devido às propriedades diuréticas da granadilha, sua ingestão tem um efeito positivo. Por exemplo, erradica e previne infecções do trato urinário, elimina o fluido retido e libera as pedras. Sem dúvida, a quantidade de benefícios e propriedades do granadilho faz dele um fruto de imenso valor. Não espere mais, inclua em sua dieta e aproveite seus benefícios.

granadilhas

Como Consumir a Granadilha:

Geralmente a granadilha é consumido cru, por isso, ele simplesmente quebra a casca com os dedos e a polpa é comida com uma colher. Você também pode obter uma bebida rica, forçando a polpa e adicionando água. O extrato de granadilha pode ser usado para preparar sorvetes, soufflés, molhos e iogurte.

Suco de Granadilha:

Ingredientes:

  • 2 granadilhas;
  • 500 ml de água.

Modo de Preparo:

  • Depois de lavá-los muito bem, eles são cortados ao meio, as sementes contendo a polpa são extraídas, são deixadas em pouca água por 5 minutos e depois liquefeitas.
  • O suco deve ser coado para remover as sementes pretas já moídas, depois voltar a liquefazer desta vez com água e mel a gosto.
  • É servido com gelo para transformá-lo em uma bebida refrescante.

Contraindicações da Granadilha:

Em geral, o consumo da granadilha é totalmente saudável e seguro, mas algumas pessoas apresentaram casos de alergia a alguns componentes do maracujá. A granadilha contém uma substância semelhante à contida no látex, por isso, se você é alérgico a qualquer componente do látex, você deve consultar o seu médico antes de consumir a granadilha .

Em raras ocasiões, verificou-se que, ao consumir o maracujá roxo com alguns catalisadores, pode haver envenenamento no corpo uma vez que esta mistura pode formar uma substância tóxica chamada cianeto e pode levar à morte se consumido em grandes quantidades. As mulheres grávidas não devem consumir a granadilha em excesso, pois contém agentes uterotóxicos e agentes alcaloides.

Efeitos Colaterais da Granadilha:

Não foram encontrados efeitos colaterais na literatura consultada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Goiaba – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais

Graviola – Origem, Nutrientes, Benefícios e Efeitos Colaterais