Dor no peito? Veja o que pode ser e o que fazer!

Se você já sentiu uma dor aguda e repentina em um dos peitos, como se fosse uma fisgada que vai e vem, deve ter logo imaginado-se for homem: “Agora eu vou pro saco!” Tranquilo! A dor no peito é um sintoma mais comumente associado a um ataque cardíaco.

Mas isso pode ser causado por muitas outras coisas, desde a tensão muscular no peito até o refluxo ácido. Mas, independentemente da causa desse sintoma, lembre-se: nunca ignore a dor no peito. As razões mais comuns pelas quais o seu peito pode doer têm a ver com o coração, pulmões, esôfago e outros órgãos e estruturas no peito ou logo abaixo dele.

Dependendo da causa, a dor no peito também varia em gravidade e duração. Abaixo, listamos algumas causas comuns de dor no peito e a explicação que os médicos dão para essa incômoda sensação.

Dor no peito relacionada ao coração:

Aqui estão várias causas comuns de dor no peito que tem a ver com o coração:

Ataque cardíaco:

Um ataque cardíaco é o que acontece quando o fluxo sanguíneo para o músculo cardíaco é interrompido, geralmente por um coágulo sanguíneo. Esse evento cardíaco pode causar danos irreversíveis ao coração ou até a morte podem ocorrer se o fluxo sanguíneo não for normalizado rapidamente. Além da dor no peito, outros sintomas de um ataque cardíaco são os seguintes:

  • Dor com irradiação para as costas, mandíbula ou apenas para a região interna dos braços;
  • Dor no peito durante alguns minutos ou horas;
  • Dor ou sensação de peso no braço esquerdo;
  • Formigamento nos braços ou nas mãos;
  • Falta de ar;
  • Suor exagerado ou suor frio;
  • Náuseas e vômitos;
  • Tontura repentina;
  • Palidez.

A dor no peito é mais provável de ser causada por um ataque cardíaco, se ocorrer junto com os sintomas listados acima.

Angina:

A angina pode se assemelhar a um ataque cardíaco, e a dor geralmente aparece com esforço e melhora com o repouso. Na angina, o suprimento de sangue para o coração diminui, mas não é interrompido. Além da dor no peito, os sintomas da angina são os seguintes:

  • Falta de ar durante e após o algum esforço;
  • Sensação de aperto e pressão no peito;
  • Tontura.

Angina comumente ocorre devido à doença arterial coronariana (DAC), na qual a placa se acumula nas paredes das artérias do coração. Se você não tem certeza se a dor no peito indica angina ou um ataque cardíaco, chame a ambulância de qualquer maneira.

Miocardite:

A miocardite geralmente se desenvolve como uma complicação de uma infecção viral. Na miocardite, a dor no peito geralmente é leve e contínua, e pode ocorrer em conjunto com falta de ar, pressão no peito, inchaço das pernas e palpitações no coração. Mesmo que seus sintomas sejam leves e não o incomodem tanto, chame seu médico e descreva seus sintomas para eles. Outras causas relacionadas com o coração de dor no peito incluem o seguinte:

  • Cardiomiopatia, doença do músculo cardíaco;
    Pericardite;
  • Ruptura aórtica, é uma diminuição do fornecimento de sangue para outros órgãos pode causar uma dor no peito súbita e intensa e falta de ar grave.

Dor no peito devido a problemas nos pulmões:

Abaixo estão várias causas comuns de dor no peito que tem a ver com os pulmões:

Hipertensão pulmonar:

A hipertensão pulmonar é a pressão arterial alta nas artérias que levam sangue aos pulmões. A condição pode ou não causar dor no peito.

Pneumonia:

A pneumonia pode se desenvolver como uma complicação de uma infecção. Na pneumonia, a dor no peito geralmente é acompanhada por tosse intensa, falta de ar, temperatura alta do corpo e calafrios. Se você suspeitar que pode ter pneumonia, ligue para o seu médico. Se os seus sintomas forem graves, chame a ambulância.

Embolia pulmonar:

A embolia pulmonar é um evento perigoso, muitas vezes fatal, no qual uma artéria pulmonar é obstruída por um coágulo sanguíneo. Os sintomas de embolia pulmonar são dor no peito intensa, aumento da falta de ar e tosse, às vezes com sangue. Em caso de embolia pulmonar, a ambulância deve ser chamada imediatamente .

Pulmão colapsado (pneumotórax):

No pneumotórax, o ar fica entre a parede torácica e os pulmões. A dor no peito causada por pneumotórax piora com a inalação e é geralmente acompanhada de falta de ar. Causas comuns de pneumotórax incluem doença pulmonar crônica e trauma torácico. Procure ajuda médica imediatamente se suspeitar de pneumotórax. Outras causas de dor no peito relacionadas aos pulmões incluem o seguinte:

  • pleurisia;
  • doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC);
  • câncer de pulmão avançado.

Dor no peito relacionada ao sistema digestivo:

Abaixo estão várias causas de dor no peito que tem a ver com o sistema digestivo:

Refluxo ácido:

No refluxo ácido, o conteúdo do estômago transborda para o esôfago, causando irritação e dor. A dor causada pelo refluxo ácido é chamada azia, e geralmente aparece depois de comer grandes refeições.

Esofagite:

Esofagite é a inflamação do esôfago, o tubo que liga a cavidade oral e o estômago. A esofagite é comumente causada pela doença do refluxo gastroesofágico. Na esofagite, a dor no peito é geralmente acompanhada de deglutição dolorosa. Outras causas de dor no peito relacionadas à digestão incluem o seguinte:

  • pancreatite;
  • cálculos biliares ou inflamação da vesícula biliar (colecistite).

Além das causas de dor no peito listadas acima, aqui estão algumas outras causas possíveis desse sintoma:

  • músculos peitorais tensos;
  • fratura de costela;
  • ataque de pânico, em que a dor no peito geralmente ocorre junto com outros sintomas, como medo intenso, falta de ar, sudorese e batimento cardíaco elevado.

A dor no peito deve sempre ser relatada ao médico para estabelecer sua causa. Algumas pessoas que estão com dor no peito podem pensar “Está tudo bem, eu já tive antes e nada aconteceu”, ou “Se não é sério, por que eu ligaria para o 192 e perderia tempo de alguém?” Mas é melhor prevenir do que remediar, certo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você tem seios caídos? Levante-os agora mesmo com este creme!

Como acabar com o melasma sem ir ao dermatologista!